28 de abr de 2017

inFELIZ DIA DO TRABALHADOR




                                                                      UTOPIA

SINTO VERGONHA DE SER GENTE QUANDO VEJO ALGUÉM BUSCAR SEU SUSTENTO  REVIRANDO O LIXO


Hoje quero fazer um desabafo que ecoasse em todos os cantos deste mundo, que chicoteasse nas paredes das Igrejas de todos os credos, nos gabinetes dos políticos de todos os partidos e de todas as tendências, principalmente daqueles que um dia tiveram o sonho de melhorar a vida dos pobres.

Queria que este lamento montasse barraca nas salas atapetadas das grandes empresas onde o trabalhador é apenas um número, e principalmente nos pequenos escritórios e fábricas, onde o trabalhador é tratado como amigo, apenas para não reclamar por não receber um salário justo. 
Eu queria que este grito ecoasse forte, nas paredes dos prédios dos sindicatos que fingem defender o trabalhador. Queria que este grito falasse principalmente ao coração das pessoas de bem, daqueles que ainda sonham um mundo melhor, e são chamados de doidos, ou de irresponsáveis, por acreditarem em sonhos, que não se deixam prender pelas amarras que engessam pensamentos e atitudes.
Tentarei relatar a dura realidade de um pai de família, até então trabalhador honesto, que por falta de experiência profissional, e muito mais pela falta de sensibilidade social, perdeu o emprego, hoje é mais um na estatística do desemprego no país.
Caiu a dignidade e a qualidade de vida, de muitos que nem sabiam o que era qualidade de vida.
Caiu a dignidade de quem, mesmo por algum tempo não sentiu falta do dinheiro, mas com saudade do holerite, sentiu-se inútil de uma hora para outra, como atingido por uma praga maldita.
Só quem já passou por isso sabe o estrago que faz por dentro, sair todas as manhãs, como pedinte sem rumo, em busca de um emprego, deixando para trás, família e panelas vazias em barracos sem água e sem luz, porque não tem salário para pagar as contas que alimento lucro astronômico das empresas.
Quantos casamentos e famílias se desestruturaram por falta de um emprego?
Será que um trabalhador honesto, fica contente quando seu filho precisa fazer malabarismo nos sinais de trânsito a troco de umas moedas?
Será que a criança do sinal, tem família em uma casa esperando por ela?
Onde estão e para que servem os Conselhos Tutelares?
 Será que nenhum conselheiro anda de carro para ver estes meninos e meninas? Será que servem somente para atender o chamado, de um marmanjo de dezessete anos que se sentiu agredido por uma palavra mais alta dirigida por uma professora? 
Ou para intimidar um pai, quando só o carinho não foi suficiente, teve que mostrar ao filho de uma maneira mais ríspida, até onde vai o seu limite?
E aí vem a assistência social. 
Nenhum serviço de assistência social pode ser implementado sem passar pelo trabalho. Nenhuma ajuda material deveria ser concedida sem contrapartida de um esforço pessoal que não fosse unicamente mendigar.
Se os programas de amparo ao trabalhador fossem administrados com eficiência, já teriam há muito tempo reestruturado o SINE, onde as melhores vagas são direcionadas para os indicados pela política.
Se os fazedores de leis quisessem acabar com compra de voto, já deveriam ter criado um sistema de trabalho comunitário, e de mutirão, em parceria com as igrejas e instituições de caridade sérias, para que toda ajuda material hoje distribuída de graça, fosse trocada por algum tipo de trabalho voluntário, quando o beneficiado tivesse condições físicas para tal.
Uma mãe que colocasse um filho na creche e não trabalhasse fora, deveria prestar serviço nesta mesma creche, até mesmo para conviver com o próprio filho, muitas vezes abandonado quando volta da escola.
Um pai poderia prestar algum trabalho na escola do seu filho.
No asilo perto da sua casa.
Na construção de barracos em mutirão.
Eu sei que é complicado!
Sei que é utopia!
Sei que virão defensores dos direitos humanos dizendo que é exploração de trabalho escravo.
E pergunto: Onde estão os “direitos humanos” diante de uma panela e uma barriga vazia, e diante da infâmia que obriga pessoas trabalhadoras viverem mendigando, ou sendo usadas como cabo eleitoral a troco de uma cesta básica?
Enquanto todos não se unirem em torno de uma só bandeira: a de desvincular Assistência Social de verdade da política partidária, e das complicações que ela provoca comprando consciências!
Enquanto não for dado ao homem o direito de pagar o sustento da sua família com o suor do seu rosto, para que ele possa sentir-se digno de comer do mesmo pão, não se pode falar que no país tem este tipo de serviço, e nem Assistentes Sociais de verdade, porque a grande maioria vive trabalhando para o sistema.

Esta é minha utopia, ver implantado uma assistência social para tirar o pobre da miséria material e da inércia que o domina.





É ASSIM QUE AUMENTA A EXPECTATIVA DE VIDA?








                                


Há mais ou menos um mês o IBGE (Instituto Brasileiro Gerador de Enganos) divulgou uma pesquisa dizendo que a expectativa de vida do brasileiro está aumentando.
Isso teoricamente quer dizer que as pessoas estão vivendo mais.
Isso quer dizer que o trabalhador vai ter que trabalhar ainda mais para se aposentar.
De qual cartola mágica este Instituto tirou embasamento para chegar a tal conclusão?
De onde vieram estes dados que comprovam a longevidade dos brasileiros?
A mesa do povo está ficando mais farta, e a grande massa está se alimentando melhor?
O trabalhador comum, agora está podendo comer verdura, frutas, legumes e carne todos os dias?
Todos estão com ânimo para se exercitarem, depois de um dia de trabalho pesado?
Os medicamentos mais caros estão à disposição de todos nas prateleiras das farmácias populares?
A violência diminuiu, e os jovens não estão mais morrendo consumidos pelas drogas e pelo abandono?
O SUS (Sistema Único da Sacanagem) agora está atendendo a todos como os melhores planos de saúde atendem?
Os dados colhidos por este renomado instituto, foi fornecido pelos usuários dos serviços de saúde pública, ou pelo serviço de saúde do setor privado?
Será que entrevistaram moradores das periferias, ou foram para dentro dos condomínios fechados buscar esta grande novidade?
Se alguém tiver um poder mágico, para demonstrar que a expectativa de vida de um usuário do SUS, é a mesma de um usuário da saúde privada, mesmo com suas falhas, darei a mão à palmatória.
Vou dar apenas um exemplo, e peço licença à família do falecido Vice-Presidente José Alencar que lutou bravamente contra um câncer.
Foi chamado de herói.
Merecidamente, pois lutou bravamente contra a morte.
Se tivesse sido tratado em uma unidade do SUS, teria sobrevivido o mesmo tempo?
Claro que não, milhares de pessoas morrem nas filas dos hospitais, ou esperando um telefonema dizendo que seu exame foi agendado, e muitas vezes, quando o telefone toca, o paciente já morreu.
Ontem (16/01/2014), no noticiário da TV GLOBO, foi mostrado o drama dos futuros cidadãos que teoricamente teriam uma vida inteira pela frente, na maior cidade do Norte de Minas, Montes Claros, o único hospital tem apenas dez (10) leitos de CTI Neonatal. Na reportagem quatro bebês estavam na fila esperando para ter a sua vida continuada.
Qual é a expectativa de vida destas crianças?
E nas cidades que sequer tem um hospital, qual é a expectativa de vida dos moradores?
Dizer que a expectativa de vida do brasileiro está aumentando, é uma sacanagem para quem tem que contribuir durante trinta e cinco (35) anos, e ter no mínimo sessenta anos (60) para ter o direito a uma aposentadoria.
Um político aposenta-se com dois ou três mandatos, com qualquer idade, e muitas vezes o único trabalho que executou foi roubar o dinheiro dos impostos, pagos com suor e sangue de quem realmente trabalha.
Em um país em que os tecnocratas e os políticos recebem salários acima de R$ 28.000,00 por mês, um pobre assalariado vê o seu tempo de contribuição aumentar simplesmente porque o FAMOSO IBGE disse que ele está vivendo mais.
É simplesmente uma afronta à dignidade humana.
Não aceito.
Se algum funcionário do IBGE por acaso ler este texto, gostaria que me mostrasse onde tiraram os dados desta pesquisa, para que eu possa me certificar que realmente não foi apenas mais um golpe nos aposentados.

COPIEM O LINK ABAIXO:







Este texto foi escrito e publicado em 2005

Resultado de imagem para funcionario publico jogando na internet
COMO SERÁ AGORA, COM CELULARES E REDES SOCIAIS?
O que estou escrevendo não se aplica a todos os funcionários públicos, existe uma minoria que com certeza carrega este país nas costas.
Você que faz parte desse seleto grupo que trabalha e honra seu nome, e engrandece o seu país, pode continuar lendo sem nenhum peso na consciência.
Com certeza você não poderá dizer o mesmo do colega ao seu lado.
Vou tentar traçar um paralelo entre funcionários públicos e trabalhadores da iniciativa privada, e a avacalhação já começa por aqui, quando fazemos pergunta; O que você faz? As respostas são distintas, da iniciativa privada responde: sou pedreiro, engenheiro, cozinheiro, servente, pintor e assim por diante. O trabalhador do serviço público simplesmente responde: Sou funcionário público.
Passa-se a impressão que este fulano (a) não tem função alguma.
E muitos realmente não têm!
Outra coisa que adoram, é serem chamados de: “Servidores Públicos”; como seria bom se todos seguissem esta primícia, e atendessem a todos com cortesia, que não ficassem conversando, ou navegando nas redes sociais, enquanto alguém sofre esperando em uma fila, etc.
Mas infelizmente não é isso que acontece, uma grande maioria finge trabalhar, e outra parcela nem se dá ao luxo de fingir. E pasmem, muitos que ocupam “cargos” comissionados apenas conferem se o dinheiro do “salário” caiu na conta.
Pergunte o trabalhador da iniciativa privada se ele tem internet liberada, e tempo para ficar jogando ou navegando nas redes sociais?
Em 2004 ainda não tinha a febre das redes sociais, vejam a frase de um funcionário do hospital público da minha cidade disse: " O mundo lá fora está pegando fogo, e eu fico aqui jogando paciência". 
Imaginem este funcionário nos dias de hoje!
Como podem perceber, o funcionário público não é chamado de trabalhador, nem por ele mesmo, será que isso acontece porque, tirando uma pequena parcela dos que carregam seus “colegas” nas costas, a grande maioria finge que trabalha?
As diferenças não param por aí.
A grande massa trabalhadora da iniciativa privada, recebe pouco mais de um salário mínimo, tem um pequeno reajuste anual, e pode ser demitida a qualquer hora e por qualquer motivo.  Em algumas empresas o empregado que chega atrasado perde o direito de comer um pão e tomar um copo de café com leite.
No serviço público isto não acontece, o leite e o pão são entregues duas vezes por dia e ficam à disposição o dia inteiro
Na iniciativa privada o empregado não sabe o que é feriado prolongado, e nas raras vezes que isso acontece tem que compensar o dia com hora extra. No serviço público não, tudo é motivo para emendar, e já se tornou um direito, ninguém aceita ser escalado para trabalhar nestes dias que são chamados de ponto facultativo.
A jornada de trabalho na iniciativa privada é de 44 horas semanais, a grande maioria dos funcionários públicos tem jornada de 20 horas, não precisa comparecer no dia do servidor do aniversário, e ainda folga no dia do trabalhador.
Porque não tem o dia do pintor, do servente, e de todos os profissionais, para que eles possam folgar também?
Quando uma empresa privada não consegue atingir sua meta de produtividade, a primeira medida é a demissão dos empregados.
No serviço público tudo é liberado, não existe como medir produtividade.
O pior é que o emprego se torna tão estável, que poucos procuram aperfeiçoarem-se para alcançar outros níveis dentro da carreira, e passam o resto da vida reclamando que ganham mal e fazendo greves. Nada pode medir a sua produtividade, e poucos são os gerentes que tem coragem e autonomia de cortar o ponto dos faltosos.
Em algumas cidades são adotados tantos penduricalhos, como PCCV, onde certificados de cursos comprados, fazem o salário de uma faxineira com quinze anos de estabilidade chegar a R$ 1500,00 por mês, enquanto a mesma funcionária na iniciativa privada continuaria com seus R$ 750,00, talvez menos.
Vocês sabiam que um garçom da Assembleia e do Senado tem um salário de R$ 15.000,00 para servir água e cafezinho?
São tantas as divergências que beneficiam uma categoria em detrimento da outra, que daria para ficar escrevendo vários dias.
Ferias prêmio.
Licença para acompanhar parente quando o mesmo adoece.
Licença paternidade de vinte dias e muitos, por tempo indeterminado.
Licença maternidade de seis meses ou mais, porque sempre dão um jeitinho de emendar com férias prêmio, etc, etc, etc.
E por aí vai...
Para encerrar...
Não quero de modo algum, que os verdadeiros trabalhadores do serviço público sejam ainda mais desvalorizados, e submetidos à jornada de trabalho piores que a de um escravo, com condições precárias e desumanas, principalmente na área de saúde, segurança e educação, os três pilares que todo político sem vergonha usa para se eleger.
Quero apenas que diminuam o abismo que separa o público do privado.










24 de abr de 2017

DIA INTERNACIONAL DE TODAS AS MULHERES. DE TODAS MESMO!

No proximo dia oito de maio será comemorado o Dia Internacional da Mulher. Então reuni em um só espaço, os textos abaixo para exaltar aquelas que, parecendo mágicas, enfeitam tudo e encantam todos ao seu redor.

                                                               MULHER
Infelizmente, o retrato de milhões de seres humanos fantásticos.
Simplesmente Mulher




Patrícia e Márcia, simplesmente Mulheres.
                                               

Agora o desafio é prestar homenagem ao ser que dá um toque especial em tudo que toca.
Que não deve ter o seu dia comemorado com uma rosa, ou um simples cartãozinho, dizendo friamente: Parabéns pelo seu dia.
Mulher.
Que hoje é mais pai que muitos homens.
Que é luz.
Por dar a luz.
Eu poderia escrever a noite inteira enaltecendo a beleza e a sensualidade da mulher brasileira, mas não quero mirar apenas no corpo que encanta, ou no charme que hipnotiza, não quero enaltecer somente a mulher gostosa que arranca suspiros por onde passa.
Se fosse simplesmente para enaltecer a beleza, seria fácil demais, porque muitas vezes ela é explorada e exposta como mercadoria que se pode comprar.
Engano total.
Mulher não se compra.
Muitas vezes compra-se apenas um corpo.
Quero falar do ser humano mulher.
Segundo a Bíblia, o homem era um ser solitário e precisava de uma companheira, então o Criador, em um dos seus melhores momentos de lucidez e perfeição, criou a mulher.
Desde então, sem que ninguém perceba e sem estardalhaço, ela vai ocupando seu espaço, e sem dúvida nenhuma, é a controladora do universo.
Mulher.
Não foi concebida para ser somente Eva.
Foi escolhida para ser testemunha da primeira visita que Deus nos fez para aprimorar sua obra prima, isso só poderia acontecer com a sua participação, ao dizer o sim ela inseriu seu jeito e seu carisma na história e trajetória do mundo. Na grandeza de tudo saber, e na humildade de ficar sempre na retaguarda, manteve-se firme ao pé da cruz, para tomar no colo o corpo outrora gerado para ser salvação. 
Mulher.
Sexo nada frágil, de corpo e alma, espírito e sensibilidade que encantam.
Mulher do lar.
Escravas do cotidiano, que depois de dividir o espaço do seu corpo com um filho, sofre a dor do parto para que o mundo possa ouvir um novo choro, e mais tarde, o sorriso de alguém que talvez no futuro vá agradecer o milagre do nascimento, ou amaldiçoar o dia em que veio ao mundo e cometer o sacrilégio de esquecer que teve uma mãe.
Mulher pobre ou rica.
Pobre mulher!
Que raramente recebe do companheiro um afago de carinho, e quase nunca sabe o que é atingir um orgasmo de verdade, chegando às vezes a mentir dizendo que foi bom. Que trabalha o dia todo e todos os dias, cuidando da cria do homem que se considera superior, e acha que ela veio ao mundo para parir, cuidar da casa e dos filhos, e fazer as vontades do macho. Mulher, que abandonada assume o papel de pai, cuidando dos filhos como se fossem diamantes brutos colocados sob seus cuidados, e incansavelmente cumpre a tarefa de lapidá-los, transformando a maioria em verdadeiras joias que enfeitam sua vida, fazendo-a sentir-se uma deusa que cumpriu sua missão.
Mulher abandonada, que escrava da ignorância deixa-se vencer, e às vezes, morre vítima do seu “dono” que em algum momento teria dito que ela era o amor da sua vida.
Mulher.
Se for para elogiar a minha mulher daria para escrever uma vida inteira, mas ela não é minha, porque se assim fosse não teria liberdade.
Ela é simplesmente livre.
Simplesmente mulher.
Entrar no seu íntimo é pisar em ovos, é navegar em águas calmas e turbulentas.
Veio para ficar, não compete com o homem porque se o mesmo for inteligente, verá que não se pode competir com aquela que veio para dar rumo a quem estava perdido, e completar o que realmente estava incompleto.                         
Mulher.
Hoje, mais do que nunca imprescindível na formação do futuro da humanidade, agora a nova mulher é: 
Mãe                                                                                            
Engenheira.                                                                           
Médica.
Motorista.                                                                       
Gari.

Jornalista
Secretária.                                                                     
Empresária.
Policial.                                                                
Política.
Presidenta.
Ela é o que quiser, e tudo ao mesmo tempo.
Que não exista somente um dia para ser lembrada, mas uma vida inteira para ser reverenciada como a obra mais importante de Deus, porque foi concebida para dar vida.

E vida em plenitude.


                                                     VEJAM A MISS. BRASIL

Resultado de imagem para SÃO TANTOS ADJETIVOS QUE EU PREFIRO USAR UM






















Amanhã é o segundo sábado do mês de abril, e um canal de televisão está anunciando a transmissão ao vivo do concurso miss Brasil.
Não sei existe nada mais ridículo, e fora de propósito do que estes concursos querendo determinar qual é a mulher mais bela do país. 
Como é feita esta escolha?
Quais são os parâmetros analisados?
Rosto bonito?
Tem em todas as cidades e rincões deste país, e sem o milagre dos profissionais da estética.
Cabelos que fascinam?
Também é fácil ver em qualquer lugar.
Olhos que cativam?
Muita mulher neste país afora, tem olhos que inebriam qualquer homem, mesmo sem o toque dos maquiadores. 
Bumbum arrebitado?
A gente passa na rua, e o olhar não consegue desvencilhar-se de verdadeiros monumentos que provocam excitação.
Então, o que este concurso tem para mostrar?
Se um simples olhar ao redor, nos faz deparar com verdadeiras divas do amor e do sexo?
É por isso que não acredito nestes concursos, porque não existe a menor possibilidade de se dizer que tal mulher é a mais bonita.
Se disserem que a mulher mais bonita será, aquela que deu um show diante do brilho dos holofotes, e teve mais desenvoltura ao ser fotografada, pode até ter algum sentido.
Se disserem que a escolhida será a mulher mais elegante que as agências de modelo conseguiram contratar, tudo muito natural.
Mas dizer que ela será a mais bonita do país, é não querer enxergar a beleza de milhares de mulheres escondidas no anonimato, e que com um simples toque dos profissionais da beleza, poderiam vencer qualquer disputa pela coroa de mais bela.
Quem é a mais bonita?
Quem é a mais sensual?
Não tem como medir!
Várias mulheres que se dizem cantoras, com seus rebolados já ganharam títulos de musa disto ou daquilo, e são colocadas no chinelo por muitas mulheres bonitas que frequentam as praias e os clubes, ou que nunca estiveram em nenhum destes dois lugares.
Atrizes famosas, ganharam o rótulo de mais bonitas apenas por causa da fama e dos holofotes, e da exposição excessiva na mídia que tudo pode, tudo transforma, e tudo impõe.
Então, na minha visão, estes concursos servem apenas para vender mais revistas, que exploram o corpo bonito de qualquer mulher que aceita ser a capa do mês.
Prefiro eu mesmo escolher a mulher mais bonita, no momento que estou de bem com a vida, e sensível, para enxergar o belo que se torna exuberante num simples caminhar.
Nada mais.
E no dia internacional da mulher, sinta-se bela e homenageada, não importa sua aparência física, importa, isso sim, que sejas feliz e de bem com a vida.



                                       A NATUREZA DE MULHER


Quem escreveu este Poema foi Lúcia, ainda não tive o prazer de conhecer pessoalmente.
O espaço continua aberto para quem quiser ver seu texto publicado. Ah! Na minha página é de graça para os outros, para mim é um presente.

Sou Mulher
Às vezes gota, às vezes poça e quase sempre mar.
Mar calmo?
Revolto?
Inconstante?
Mas e daí?
Sou mulher...
Sou mar...
Às vezes grão, às vezes chão.
E sempre terra.
Seca?
Dura?
Fértil?
E daí?
Sou mulher... Sou mar...Sou terra...
Às vezes brisa,
Às vezes vendaval
Quase sempre ar.
Etérea?
Aérea?
Volátil?
Sou mulher, sou mar, sou terra, sou ar.
Muitas vezes fraca, mas sempre guerreira.
Dura e ao mesmo tempo maleável.
Inconstante sempre...
Menina, adolescente, mulher ou anciã, o que importa?
Feia, bonita, magra, gorda, alta, baixa.
Bruxa, fada, anjo ou demônio?
Nada disso faz sentido?
Não tem concordância, e daí?
Não sou poetisa, poeta nem poeta astro.
Sou simplesmente mulher.
Louca, lúcida, sempre Lúcia e você quem é?