BETIM, UM PARAÍSO SENDO DESTRUÍDO

21 março, 2022

GUERRAS

 


Eu nasci cinco anos depois da segunda guerra mundial e achava que ela seria a última.
Mas eu estava enganado.
Fico vendo e ouvindo os horrores da guerra que está sendo travada pelos presidentes da Rússia e da Ucrânia, e na minha opinião esta não é uma guerra de um país contra o outro. Na verdade, ela está sendo travada para alimentar a sede de poder dos seus presidentes, principalmente do presidente da Rússia, Vladimir Putin.
E milhares de pessoas foram e continuam sendo assassinadas.
Milhares de crianças inocentes foram e continuam sendo assassinadas ou tiveram seus pais assassinados, e sozinhas morrem de fome e de abandono.
E a maioria das pessoas do resto do mundo não sabem, e outras milhares fingem não saber o que é uma guerra.
Estamos perto de uma terceira guerra mundial?
Os governantes dos países mais ricos parecem não entender que já passou da hora de tomarem providências mais drásticas para acalmar os ânimos dos fazedores de guerras.
Será que a maioria do povo russo apoia esta guerra?
Será que a maioria do povo ucraniano apoia esta guerra?
Com certeza, não!
Esta não é uma guerra de um povo contra outro, ela está sendo travada entre dois presidentes que querem mais poder.
Lá na Ucrânia as pessoas inocentes estão sendo bombardeadas com armas sofisticadas e cada vez mais letais.
Mas o que realmente a grande maioria das pessoas no mundo não sabem, é que em vários países uma guerra muito mais perversa está sendo travada constantemente.
Vou tentar relatar os horrores das guerras internas
Mesmo antes desta recente guerra, aqui no nosso país uma outra muito mais perversa já estava e continua sendo travada entre o pseudo presidente bolsonaro e uma população sedenta de justiça e de paz.
Aqui milhares de pessoas são vítimas de políticos corruptos que olham para os pobres como se eles fossem seus inimigos. Aqui as pessoas pobres estão proibidas de irem aos supermercados e outros locais de compras, porque sem dinheiro esses lugares ficam apenas no imaginário delas que precisam se humilharem pedindo esmolas para sustentar seus filhos. E no meio dessa guerra milhares de mães aflitas morrem por dentro ao verem seus filhos serem levados pela morte causada pela desnutrição provocada pela fome que esta guerra sem causa espalhou pelo país.
Centenas de pessoas estão sendo assassinadas nas ruas por bandidos que andam impunimente em praticamente todas as cidades.
E jovens honestos não podem olhar para o futuro, porque nesta guerra travada entre governantes e governados não existe futuro para quem teve a desventura de ter nascido pobre.
Estamos em mais um ano eleitoral.
E a guerra pelos votos já começou.
E a pergunta que ninguém quer responder é: Por que ela tem que acontecer de dois em dois anos?
Por que não podemos ter uma eleição geral de quatro em quatro anos?
Os assassinos que fazem parte do governo, os que não fazem, e centenas de novos candidatos, com certeza, este ano colocarão mais compradores de votos nas periferias para se aproveitarem deste momento de choro, de dor e desespero dos eleitores para lhes oferecerem algo em troca do voto.
Devemos tentar acabar com esta guerra interna não reelegendo nenhum candidato que está há muito tempo no poder, e não elegendo nenhum candidato cuja família há muitos anos mamam nas tetas do poder público.

 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você é muito bem vindo. Seu comentário ajuda na construção desse espaço de liberdade