BETIM, UM PARAÍSO SENDO DESTRUÍDO

01 abril, 2022

COISAS PARA PENSAR

 

                       ABANDONO
Existe forma de abandono pior do que ir a um posto de saúde e sentir na pele a falta, ou a indiferença dos servidores? Sair com uma receita cujo destino será uma gaveta, se não quiser pedir esmola para comprar o remédio? Ter um título de eleitor e ganhar um salário-mínimo para sustentar uma família, enquanto os “eleitos” com seus salários milionários ainda saqueiam os cofres públicos?                  

                       BRINCADEIRA TEM HORA?
Todos dizem que brincadeira tem hora. Eu não acho. Você já viu alguém, o chefe por exemplo, chamando um empregado para fazer uma brincadeira? Quando alguém é chamado em particular, com certeza o assunto é coisa séria.                          

                                 CONVIVÊNCIA
Quando começamos a formar família somos obrigados a ser tolerantes e pacientes com nossos filhos. À medida que eles vão crescendo temos que nos adaptar para as mudanças da adolescência. Quando alcançamos a velhice, em muitos casos, temos que nos conformar com o abandono.

                                     COMODISMO
Toda vez que vejo um ser humano remexendo na lata de lixo para buscar seu sustento a minha consciência e o meu comodismo me jogam por inteiro dentro dela.      

                        ENVELHECER
O jovem precisa olhar para o seu pai e sua mãe com o olhar de quem também vai envelhecer. Quando isso acontecer os asilos deixarão de existir.               

                           CUIDAR DOS FILHOS
Os pais precisam olhar seus filhos como construtores do futuro e não medirem esforços para que os herdeiros tenham orgulho da herança. Não estou falando de bens materiais

                                       LADO A LADO

Se não quiser andar sozinho aperte ou diminua seu passo para que alguém possa caminhar ao seu lado         

                                  COMPROMETIDOS
Os profissionais que prestam serviço na rede pública de saúde, comprometidos e sensíveis, vendo as prateleiras dos almoxarifados sempre vazias devem se sentir como uma mãe cujo filho pede pão e não tem pão, ou como um pai cujo filho chora de dor e ele não tem o dinheiro para comprar o remédio

             FILHOS DA IRRESPONSABILIDADE
Para mim as duas cenas do cotidiano mais absurdas são: Avó ou avô empurrando um carrinho de bebê embalando um neto (a) como se fosse seu filho (a). A outra é ver meninas de quinze anos ou menos empurrando o mesmo carrinho levando o filho (a) da irresponsabilidade que com certeza foi jogado no colo dos avós.

              ESCRITO NA PORTA DE UM ASILO
Você já nos visitou? Não? se um dia vier morar aqui não reclame a falta de visitas.

                          OLHAR PARA O CÉU
As pessoas estão precisando olhar mais para o firmamento durante a noite para perceberem que as estrelas existem e que a lua com seu encantamento parece nos dizer palavras de amor. E quem sabe fazendo isso talvez possamos chegar mais perto do céu.

                               INDIGNAÇÃO
Todos nós deveríamos ficar indignados todas as vezes que ao olharmos no rosto de um trabalhador percebermos que ele vive angustiado porque o salário não foi suficiente para matar a fome dos filhos.                     

                          INSUPORTÁVEL
Quando os avós cuidam de netos por prazer, isso faz um grande bem para ambos. Mas quando esse cuidar se torna uma obrigação, logo se transforma em tormento, porque mesmo amando muito os seus netos, o peso da idade fica ainda mais insuportável

                  MENOS QUE UM CACHORRO
Teoricamente, a comida jogada na lata de lixo não serviria nem para alimentar um cachorro vira lata. Infelizmente, para muitos, os pobres que vasculham essas latas e se alimentam do que é jogado nelas valem menos que o cachorro.

                              PRIVILÉGIO
Os trabalhadores de asilos e casas de acolhimentos de pessoas idosas ou muito pobres, têm o privilégio de receber salário para cuidarem do Cristo abandonado com sua cruz

                     REPENSAR NOSSOS PASSOS
Se ao longo da nossa trajetória, ao olharmos para trás sentirmos que não deixamos e nem levamos nenhum resquício de saudade, está na hora de repensarmos nossos passos. 

                                  SABEDORIA
Ninguém é sábio por inteiro. É impossível que alguém nunca tenha errado ou vacilado um momento sequer na construção da sua sabedoria.                       

                             VOCÊ TUDO PODE
Muita coisa pode ser feita para amenizar o sofrimento das pessoas excluídas além de ficar mandando mensagens bonitas impossíveis de serem colocadas em prática

                                  IDIOTICE 
A coisa mais idiota que alguém pode dizer é que quando envelhecer quer morar em um asilo. Só diz isso quem não sabe o que é ficar atrás da grade de uma janela esperando a visita de um filho que nunca vem.  A coisa mais sacana que os filhos podem dizer para os pais é: vamos colocar vocês em um asilo, mesmo em tom de brincadeira                              

                               LAÇOS DE FAMÍLIA
De cada dez idosos lúcidos que são "colocados" em um asilo, uma minoria não soube ou não quis cuidar bem dos seus filhos e filhas e não criou sequer laços de amizade com eles. Muitos, mesmo sendo amorosos, também foram largados por filhos e filhas, e o que é pior, sempre chegam com um empréstimo consignado na sua conta bancária e que foi feito para custear o vício daqueles que não amaram seus pais.    

    DEPENDENTES DA BOA OU MÁ VONTADE.
No Brasil existem aproximadamente 5561 municípios. Se levarmos em consideração que cada em um possui uma casa de caridade que acolhe pobres, velhos, crianças, e doentes mentais, e que em algumas cidades existem mais de uma dessas casas, podemos afirmar sem medo de errar quê: Trancados entre quatro paredes vivem 250.000 brasileiros dependentes da boa ou má vontade de estranhos.
Se somarmos a este número, os que estão abandonados em casas particulares, nas ruas, e nas cadeias, este número chega muito perto do absurdo.
       

                 

                                                

Um comentário:

  1. Olá, querido amigo Geraldo!

    Espero que estejam todos bem de saúde, embora ninguém consiga ser totalmente feliz com as injustiças e problemas causados pelos humanos.
    O que vc escreveu dá mesmo para pensar, profundamente. Como a Humanidade é ruim!
    Adorei seu post, como sempre.

    Beijos para todos. Há novo post por lá. Obrigada, desde já!

    ResponderExcluir

Aqui você é muito bem vindo. Seu comentário ajuda na construção desse espaço de liberdade