BETIM, UM PARAÍSO SENDO DESTRUÍDO

06 maio, 2015

OBSERVAÇÃO



Este pequeno poema foi publicado em 12/02/2006 e nada vai mudar.




Resultado de imagem para eleição nas vielas
QUEM MORA AQUI É LEMBRADO DOIS EM DOIS ANOS
















Ando nas vielas
da favela,
vejo fome,
crianças nuas,
sujas,
descalças,
famintas
Observo destroços,
lama,
lixo,
estrume,
esgoto
Não vejo
asfalto,
gari,
grã-fino,
político.
Chega mais um ano de eleição,
ando nas vielas,
das favelas,
vejo
“santinhos”
moças bonitas,
carros,
sons,
cestas básicas,
Observo destroços
lama,
lixo,
estrume,
políticos que é a soma de tudo isso 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você é muito bem vindo. Seu comentário ajuda na construção desse espaço de liberdade