30 dezembro, 2021

PENSANDO NOS COLEGUINHAS

 

A cada dia que passa a minha aversão pela classe política vai sempre aumentando.
Recentemente os moradores do bairro onde moro foram surpreendidos com a notícia de que a escola municipal do bairro seria transferida para outro local para dar lugar a um batalhão da polícia militar, mesmo estando muito perto do antigo parque de exposições que foi desativado.
Depois de alguns meses, os pais dos alunos e toda a comunidade foram convocados para uma reunião para discutir essas mudanças.
No dia e horário marcado eu tive o desprazer de ir à esta reunião.
E foi aí que a minha aversão aumentou.
Parecia que eu estava num circo onde o picadeiro estava armado dentro da quadra de esportes da escola. A única diferença é que os palhaços estavam sentados nas arquibancadas assistindo mais um espetáculo grotesco.
Eu pensei que, por teoricamente vivermos em um país democrático, esta mudança seria discutida com a comunidade.
Mas isso não aconteceu.
Como sempre acontece nesses eventos, uma legião de assessores de vereadores, devidamente uniformizados, andavam de um lado para outro conversando com as pessoas.
E a bendita ou maldita reunião foi iniciada.
Os vereadores que estavam representando o prefeito, como não poderia deixar de ser, não pouparam nos elogios que fizeram ao mesmo.
Assim que um dos “brinquedos do prefeito” leu um documento oficial que dizia não haver nenhuma possibilidade de fechamento da escola, eu fui embora.
Posso até estar enganado, mas para mim pareceu que a notícia de fechamento da escola não passou de boatos espalhados para que fosse convocada esta reunião para dar mais visibilidade e credibilidades ao prefeito e alguns vereadores que com certeza já estão pensando na próxima eleição onde serão candidatos ou apoiarão seus coleguinhas.


Se conseguirem me provar que estou enganado, este espaço está aberto para as colocações de quem quiser se manifestar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você é muito bem vindo. Seu comentário ajuda na construção desse espaço de liberdade