5 de jan. de 2011

FELICIDADE E PRAZER


                                                          















As estrelas pareciam olhos brilhantes de um Deus que olha para o ser humano com o olhar de ternura de uma mãe de verdade olhando para seu filho.
Ele tudo sabe e tudo vê, e com o coração de quem deu sua própria vida, escuta cada lamento do homem.
Ouve a prece até de quem não acredita, valoriza o livre arbítrio, e por isso deixa os pregadores profissionais se fingirem de embaixadores do céu.
Ele quer que cada um busque o céu sem ter que pagar nenhum dízimo absurdo, ou comprar a salvação como quem compra uma bijuteria barata.
Ele conhece todos os desejos.
E sabe também que todos procuram a felicidade.
Que não está no dinheiro.
Nem no poder.
E nem no conhecimento.
A felicidade está naquele que mesmo sendo grande, coloca-se no lugar dos pequenos, e luta para melhorar a vida dos empobrecidos.
O recado foi dado.
Ele escolheu uma estrebaria para nascer.
Portanto, templos de luxo são apenas luxuria.
Muito dinheiro isola e separa tanto, ou mais do que a pobreza absoluta.
O poder embriaga.
E o conhecimento, muitas vezes engessa sonhos de liberdade.
Buscamos o prazer. E muitas vezes nos enganamos ao pensar que o encontraremos no sexo, no luxo, e nos carnavais da vida. O prazer de verdade só existe na simplicidade, e na autenticidade de quem pode considerar-se feliz.
Só é feliz quem sente prazer no que faz, e consegue repartir um pouco da sua própria vida.
E certamente, o achar-se no direito de controlar a vida dos outros, o levar a pensar que Deus irá ouvir suas preces simplesmente porque tem o dom da oratória, certamente não é atitude de quem conhece o prazer e sabe o segredo da felicidade.
Felicidade e prazer andam de braços dados com a vida, com a caridade, e com a justiça.                         


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você é muito bem vindo. Seu comentário ajuda na construção desse espaço de liberdade