16 de set de 2011

SONHOS NÃO SE REALIZAM

SONHANDO ACORDADO


























Fico ouvindo as pessoas dizerem: 
O meu sonho é ser artista.
O meu é ser jogador de futebol
O meu é jogar vôlei.
Meu maior sonho é me casar!
O sonho da minha mãe é me ver formada em medicina. Nenhuma dessas vontades é sonho, ninguém pode ou deve sonhar com algo que deseja ardentemente.
Os sonhos não se realizam.
Sonhar é simplesmente ter uma boa noite de sono, e de abandono, onde o próprio espírito se liberta do corpo que o prende e voa para lugares nunca antes visitados.
E que talvez realmente nunca sejam.
Isto realmente é simplesmente sonho ou pesadelo, que são a mesma coisa, com visões diferentes.
O resto é desejo.
É vontade.
É querer.
Se os sonhos se tornassem verdades a vida das pessoas seriam muito diferentes; afinal todos dizem sonhar com alguma coisa.
Eu nunca vou perguntar para o meu filho: o que você sonha ser quando chegar a hora de decidir sua vida?
A única pergunta a ser feita é: O que você quer ser?
Esta é a chave!
Eu quero ser médico.
Eu quero ser engenheiro.
Eu quero ser enfermeira.
Eu quero ser artista.
Isto é realidade.
Sonho é muito vago.
O desejo é palpável.
Ninguém sonha com um grande amor. Homens e mulheres vivem cada minuto de suas vidas tentando realizar o desejo de encontrar alguém que satisfaçam suas necessidades.
Espiritual.
Carnal.
Nenhuma pessoa joga na loteria com o sonho de ficar rico, o que o faz jogar e até se viciar é o desejo de ter tudo que no momento lhe é impossível.
Se ganhar na loteria fosse a realização de um sonho, quem deveria ter esse direito?
Se casar fosse a realização de um sonho, quem não casou não merecia sonhar?
O craque de futebol se realizou porque sonhou, ou porque tinha o dom de jogar bem?
Quantos sonharam e não jogaram?
Porque uma meia dúzia de pessoas merecem verem seus sonhos concretizados?
Será que as pessoas que construíram impérios roubando dos mais pobres foram movidos por um sonho? Será que os políticos que enganam o povo com falsas promessas e palavras inúteis, se tornam donos da verdade, porque sonharam com esses absurdos? Ou sonharam demais e perceberam que apenas sonhando nada conseguiriam e resolverem tornarem-se desonestos?
É por isso que o nosso povo precisa parar de sonhar.
Com a copa.
O desejo de um país mais justo não pode ficar somente no sonho.
É preciso ir à luta, não deixar vencer-se pela preguiça, e pelo comodismo causado pelas falsas políticas de assistência social. Aprender com urgência que a profissão de pedinte é a mais repugnante que existe, e parar de ser brinquedo de político de dois em dois anos.
O país será mais justo quando todos unirem-se em torno da Paz, da Justiça e da Ecologia, não abrindo mão dos seus direitos, mesmo que lhe custe a vida.
Quando alguém alcança o sucesso ou consegue algo que perseguiu com ardor, diz: - Realizei meu sonho.
Agora ele está dizendo a mais pura verdade.
Depois de lutar para realizar um desejo e alcançar o objetivo que traçou, sem ter pisado em ninguém, nem deixado manipular-se como um brinquedo. Aí sim é um momento mágico, um instante em que parece estar acordando de um sonho, que nada mais é do que a magia do corpo e do espírito, libertando-se e unindo-se em torno da suprema criação de Deus.

2 comentários:

  1. Olá estimado Geraldo,

    Lindo e reflexivo texto.
    Na realidade, é a justiça, a solidariedade social, a fraternidade, entre outros, os motores do sonho.
    Assim, eles se concretizam.
    Mas sonhar... é tão bom!
    Fala uma incurável sonhadora.

    Abraços de luz.

    ResponderExcluir
  2. Uma boa reflexão amigo entre o querer e o sonhar.Entre o que se busca com ações diaarias e o que se vive simplesmente em ceros momentos de devaneios.
    Parabens pelo texto.
    Um abraço.

    ResponderExcluir

Aqui você é muito bem vindo. Seu comentário ajuda na construção desse espaço de liberdade