6 de mar. de 2017

ESTIGMAS DA CRUZ

Resultado de imagem para são francisco de assis




O velho testamento nos mostra o cordeiro imolado. 
Onde Deus renovava a aliança com seu povo sempre que fraquejava. 
Em sinal de doação total, se alojou no ventre de uma mulher humilde.
Nasceu dentro de um coxo, para nos mostrar que era o alimento que faltava. 
Ensinou. Curou. Fez milagres. 
Reuniu-se com os apóstolos e instituiu a Eucaristia. 
Ensinou-nos a partilhar, não só o pão. 
Mas... 
Nossa própria vida em favor dos excluídos 
Morreu!
Na cruz se mostrou humano sofrendo e morrendo por todos nós. 
Reviveu... 
Ressuscitou para mostrar que o amor, a caridade, e a doação vencem a morte. 
Deixou...
Pão como corpo, 
Vinho como sangue, 
Que com sua palavra transformam-se em salvação. 
Que liberta o Espírito Santo para agir no coração 
De todos que procuram viver em fraternidade 
A comunhão não mecânica com esse corpo e sangue, é e sempre será o centro místico de todos que acreditam. 
Como Francisco que recebeu os estigmas da Cruz. 
E nós, de todas as crenças, mesmo os que não acreditam em santos. 
Precisamos buscar todos os dias. 
Motivação para também sermos dignos dos mesmos estigmas que fizeram de Francisco o homem do século. 
E o ser humano que mais imitou o criador. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você é muito bem vindo. Seu comentário ajuda na construção desse espaço de liberdade