11 de set de 2011

EXTASE FINAL

Quando novamente te encontrar
em um beijo demorado
quero me envolver no seu abraço
então serei o mais feliz dos enamorados

Você perceberá que meu coração sentiu sua falta
nestes dias que não te vi
minha alma ficou em prantos
meus olhos queriam te ver e meus ouvidos te ouvir.

Para que a minha alma voltasse
mais uma vez se deliciar
com o brilho do seu olhar e a meiguice da sua voz
que a todos consegue encantar

Fazendo meu corpo inteiro tremer
quando estás a me olhar
o desejo vem com força
me instigando cada vez mais te amar

Com a ternura que encanta
na entrega que inebria
quero deixar a paixão me consumir
te amando todo dia

no encantamento do amor
corpo e alma vão se unir na busca do prazer
entrelaçando dois corpos a se entregar
no êxtase final da paixão que dá sentido ao viver

14 comentários:

  1. Geraldo,

    Pensei, já ter comentado seu sensual e carnal poema, mas, afinal, não.
    Você é um homem de extrema sensibilidade, talvez, um pouco reservado, mas quando "se dá", o faz, por intero.
    Se deixe consumir, devorar pela paixão, estado de alma sublime, o maior de todos, e depois "morra" no êxtase.

    Beijos carinhosos e secretos de luz.

    ResponderExcluir
  2. Olá estimado Geraldo,

    Já tinha saudades!
    É verdade, o que estou lhe dizendo. Tinha saudades de reler o seu magnífico poema, que me deixa"com água na boca".
    Eu sou muito espontânea e digo, sempre, o que sinto.
    Tenha uma óptima semana.

    Beijos de luz.

    ResponderExcluir
  3. Belo poema com sensualidade e sensibilidade à flor da pele, neste desejo de amar que alucina.Boa inspiração amigo.
    Um abraço de paz na bela semana.

    ResponderExcluir
  4. Oi Amigo que lindo o poema. Uma inspiração em forma de versos onde a sensibilidade e sensualidade estão bem presente e profunda nas palavras. Gostei muito. Beijos grande!
    Smareis

    ResponderExcluir
  5. Olá Estimado Geraldo,

    Com vê, seguidores e novas seguidoras vão aparecendo em seu blog.
    Eu já não sou novidade, sou uma "habituée", (adoro o idioma francês), e continuarei comentando suas postagens.
    Hoje, passei aqui, só para lhe desejar uma óptima noite e mais inspiração.
    Vou reler seu poema, mas espero não ficar, em êxtase, no final.
    Amanhã, nós nos contactamos.

    Abraços de luz.

    ResponderExcluir
  6. Olá estimado Geraldo,

    Como vai, desde ontem?
    Lhe desejo um dia ensolarado e feliz.
    Agradeço o seu comentário.

    Abraços de luz.

    ResponderExcluir
  7. Olá estimado Geraldo,

    Foi, desta vez, o primeiro. Parabéns!
    Fiquei muito feliz e lhe agradeço.
    Tenha uma noite feliz, sonhe com princesas e estrelas.

    Abraços de luz.

    PS: Já entendeu, como conquistamos seguidores/as. Claro, que sim. Que a lua brilhe, intensamente.

    ResponderExcluir
  8. Olá Geraldo,
    Lindo e sensual poema. O amor faz-nos sentir vivos e completos. Amar é doar-se por inteiro, saboreando cada gesto e cada palavra do ser querido. Adorei seus versos e por isso já o estou seguindo.
    Visite-me em meu blog e, se gostar, siga-me e deixe um comentário para mim. Ficarei feliz ao vê-lo em meu recanto.
    Um afetuoso abraço,
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  9. Olá estimado Geraldo,

    Soubem as audiências e os visitantes.
    Que bom!
    Desejo-lhe um dia feliz, com afagos e abraços.

    Abraços de luz.

    ResponderExcluir
  10. Geraldo,

    Sobem, e não como, por lapso, escrevi.
    Professora, não admite distracção nem má digitação.

    Abraços de luz.

    ResponderExcluir
  11. Olá Geraldo,

    Desejo-lhe um óptimo dia, cheio de sorrisos e brilho olhar.

    Abraços de luz.

    ResponderExcluir
  12. Geraldo, lindo poema, parabéns.Um abraço

    ResponderExcluir
  13. Olá estimado Geraldo,

    Agradeço e retribuo a sua comunicação diária e tão sincera.
    Tenha um dia excelente.

    Beijos de luz.

    ResponderExcluir