1 de ago de 2015

SEM MÁSCARA

                                                                                
Resultado de imagem para SOU LIVRE PARA PENSAR
SOU LIVRE E ISSO ME BASTA.






Ah! Como eu queria falar só de amor, esquecer aquilo que machuca e concentrar meus pensamentos nas pessoas que precisam da minha ajuda.
Deixar na minha mente somente coisas que tragam paz e fraternidade.
Neste momento uma vitrola rodando um disco de vinil leva-me de volta ao passado, e só Deus sabe o quanto eu gostaria de voltar a viver novamente em contato com seres humanos de verdade. Os amigos eram mais que irmãos, o branco era branquelo, o negro era macaco, o magro e alto era vara de apanhar coco, o estrábico era caolho, o veado, era veado mesmo, e tantos ouros adjetivos que nos uniam cada vez mais. Não havia nenhuma briga e desentendimento entre as pessoas, quando acontecia, a coisa era resolvida no tapa e no dia seguinte todos eram amigos novamente.
Hoje é diferente...
Uma lei idiota proíbe o pai de dar umas palmadas para coibir a desobediência do filho, e o que vemos hoje é uma legião de jovens sem limites, vivendo do jeito que lhe convierem.
A modernidade importou a palavra bullying, que nem tem tradução para a nossa língua. E agora temos que repensar o que vamos dizer para não sermos acusados de assédio moral, e de tantas outras asneiras que nem vou comentar. O que mais me incomoda é que foram criadas algumas leis que colocam mordaças naqueles que tem coragem de expressarem suas opiniões.
Na descrição abaixo, não quero e não vou ser politicamente correto omitindo aquilo que penso, apenas para agradar a sociedade. 
Os meus leitores, é claro, tem a liberdade de fazer as considerações que acharem necessárias. Tenho absoluta certeza que muitos gostariam de dizer exatamente o que estou falando, mas engolem seco por medo de se expressarem. Nunca assisti uma novela, mas ouço comentários na mídia e nas ruas, que um canal de televisão (todos sabem qual), faz questão de levar para dentro dos lares um modelo de família que existe somente na lei, e na cabeça de alguns que se acham no direito invadir a nossa privacidade para mexer com o psicológico dos nossos filhos, interferindo sem pudor na maneira que os pais os educam. Continuo acreditando e aceitando somente um modelo de família, pai é homem, mãe é mulher, e não existe outra maneira de se formatar um lar.  Não abro mão dos meus princípios, respeito o direito de cada um viver sua vida. Por não concordar não vou sair agredindo ninguém com palavras e atos, simplesmente dou-me o direito de não frequentar os mesmos lugares que essas pessoas frequentam. Não sou hipócrita como muitas pessoas, que para ficarem bem diante da sociedade, fingem aceitarem gritando para todos ouvirem que não alimentam nenhum tipo de preconceito.
Deixem-me continuar divagando.
Ah! Sempre bate uma saudade danada do contato com a natureza exuberante que nos cercava, e nos fazia morar em um grande pomar, onde as frutas eram colhidas e comidas debaixo dos pés, nas terras sem donos, ou nos quintais quase sempre acessíveis para todos.
Hoje, plantas e animais são coisa do passado gravadas em várias mídias.
Como voltar fisicamente ao passado é coisa impossível, não abro mão de deixar-me envolver o mínimo possível por este "paraíso tecnológico", que com suas antenas conectam as pessoas, que na sua grande maioria, esqueceram os outros valores ao se tornarem robô sem sensibilidade, sem ternura, sem fraternidade, e quase sempre vivendo uma paz de mentira. O antes ser humano está sendo dominado pela Inteligência Artificial porque em pouco tempo as máquinas criadas pela inteligência do homem começarão a ter vida própria.
Em pouco tempo a vida na terra vai imitar a dos filmes de ficção.
Milhões de pessoas são escravas da tecnologia, inconscientemente obedecem os comandos das máquinas que ainda são manipuladas pelos poderosos. A grande mídia com seu poder de penetração é quem formata os valores éticos e morais das pessoas.
A ignorância está fazendo o amor ser apenas sexo, e uma palavra sem sentido.
A ganância dos políticos corruptos, a submissão de um povo escravo do sistema que oferece apenas "pão e circo", estão colocando uma nuvem negra no futuro dos nossos jovens.
Ainda não assisti uma grande parada do Orgulho de ser Honesto, do Orgulho de ser deficiente e produzir mais que muitas pessoas normais.
Ainda não vi nenhuma grande Parada do Orgulho de lutar contra os Políticos Ladrões que querem voltar ao poder.  
Ainda bem que posso e tenho coragem de sonhar.
É uma pena que os pesadelos do dia a dia me fazem vislumbrar que o futuro da minha geração será de sofrimento, tristeza e dor. A paz foi substituída pela guerra, e o Deus salvação é mercadoria de troca de pregadores inescrupulosos sem alma e sem coração.
Não sei quantos anos ainda vou viver. Vou aproveitar o tempo que me resta de vida para olhar nos olhos dos meus amados e sorver o máximo da convivência pacífica e de amor que puder compartilhar.
O mundo é apenas uma bola.
Então, enquanto tiver força e discernimento, não vou deixar-me manipular, e bola pra frente.
Sou o que sou, sem máscara e sem maquiagem.

Um comentário:

  1. Olá, estimado Geraldo!

    Sem máscara e sem maquiagem, assim bem ao natural e sem papas na língua.
    Quem quiser discordar, faça favor, quem desejar concordar, basta comentar, dar sua opinião.

    EU CONCORDO COM VOCÊ, INTEGRALMENTE.

    O seu país é o Brasil, o meu é Portugal, mas a situação referida é a mesma, embora em mto menor número, pke meu país é um anão e o seu, um gigantão.

    Sou mais nova k você, mas ainda recordo esses tempos na infância, brincando perto de casa com as outras meninas, sem celulares, claro, e todas tínhamos alcunhas, a k achávamos mta piada, e sem ofensa.

    Tal como você, só entendo família constituída por um homem e uma mulher, k decidem ou não ter filhos. Tudo o resto é a sociedade podre e a comunicação social sem critério, k produz.

    Parada gay? Porquê gay, k significa alegre em inglês e não parada homossexual? Afinal, eles pretendem outros eles e elas pretendem outras elas, então homo. Sou contra, não entendo e não aceito, todavia, não vou ofender, denegrir ou blasfemar, sem motivo. Deus porá tudo nos eixos.

    Parabéns pelo seu lúcido e sincero texto.

    Abraço com amizade.

    ResponderExcluir

Aqui você é muito bem vindo. Seu comentário ajuda na construção desse espaço de liberdade