26 junho, 2021

ATÉ QUANDO?

 



                                    ATÉ QUANDO?

Até quando vamos ficar assistindo passivamente a morte dos nossos irmãos brasileiros que estão sendo assassinados por este governo? O que estamos vendo é muito pior que uma guerra. Na guerra os inimigos são mortos por quem quer mais poder.
Nesta Covid aqueles que detém todo o poder estão deixando morrer seus compatriotas.
Até quando?

Vamos ficar assistindo pessoas violentas atuando sozinhas ou fazendo parte de milícias para defenderem o indefensável?
O presidente prometeu acabar com a corrupção. Muitos acreditaram.
Só para lembrar, Fernando Collor disse a mesma coisa, e deu no que deu, a primeira coisa que fez foi bloquear as contas bancárias com as economias das pessoas pobres e trabalhadoras

 Vejam o que busquei na internet:

FONTE: BRASIL DE FATO. https://www.brasildefato.com.br/

Cardápio de crimes

Mas quero também falar sobre o avanço das investigações contra a família Bolsonaro. Quanto mais elas ocorrem, mais se descobre a podridão e o envolvimento do clã em uma série de possíveis crimes, desde a "rachadinha", passando pelo apoio de milícias, até a manutenção da rede que espalha fakenews. 

Queiroz, até que enfim, foi encontrado e estava exatamente na casa do advogado da família do presidente. O defensor, dias antes, havia dito que sequer sabia do seu paradeiro. É tão grave a situação que o advogado se obrigou a deixar a defesa de Flávio Bolsonaro. 

Além disso, existe a possível ligação sendo investigada entre as famílias de Queiroz e de Bolsonaro com milícianos e inclusive com a possível morte de Adriano da Nóbrega. Ou seja, mais um fato extremamente grave. 

Outra suspeita séria diz respeito ao avanço das investigações sobre a organização de atos anti-democráticos e a disseminação de fakenews, que tem levado à parlamentares e ao núcleo duro de apoio ao Bolsonaro. Estes congressistas se utilizariam de verbas públicas e de gabinetes para promoverem os atos contra o parlamento, o Supremo Tribunal Federal e a favor do AI-5 e de uma interferência militar. Estes eventos ilegais, inconstitucionais e anti-democráticos seriam mantidos possivelmente por um conjunto de empresários que bancaram a campanha de Bolsonaro através da disseminação de fakenews e que agora continuam mantendo essa rede.

Esses parlamentares e empresários eram exatamente aqueles mesmos que promoveram um golpe contra a presidenta Dilma, democraticamente eleita, usando como a principal bandeira o combate à corrupção. Dilma não havia cometido nenhum crime enquanto estes mesmos se colocavam como os combatentes da corrupção e paladinos da moralidade. 

Pois bem, hoje nós estamos vendo realmente quem são essas pessoas. Ou seja, o único objetivo que tinham era tomar o poder para aplicar essa nefasta política neoliberal que precisa ser combatida diariamente por nós todos, brasileiras e brasileiros, democratas, porque desejamos um país desenvolvido, com inclusão social, qualidade de vida, saúde e educação pública que alcance a nação e o povo brasileiro como um todo. 

 


Um comentário:

  1. Compartilho de sua indignação amigo das Gerais, a besta fera ferra e berra aos ouvidos moucos o que eles querem ouvir na surdez politica.
    Mas ainda vamos ver o certo vencer o mau, o errado, o inconsequente.
    Isto vamos.
    Uma boa semana com paz.
    Cuide-se.
    Abraços

    ResponderExcluir

Aqui você é muito bem vindo. Seu comentário ajuda na construção desse espaço de liberdade