16 de mar de 2017

FELIZ DIA DO CONSUMIDOR


Resultado de imagem para consumidor enganado

Escrevi este texto em Março de 2005, alguma coisa mudou?

No último dia oito de março foi comemorado como DA MULHER, no mês passado o DIA DO ENFERMO, no próximo dia quinze será comemorado o DO CONSUMIDOR. 
É claro que estas homenagens são iniciativas dos nossos políticos, que não tem outra coisa a fazer senão ficar dando apelidos para os dias. 
O que o consumidor deste país tem para comemorar? 
Será que alguém vai ganhar alguma coisa fazendo compra neste dia? 
A cidade está toda “enfeitada” com faixas alusivas ao tão comemorado dia. 
Qual será o dia do pobre e desrespeitado consumidor? 
O consumidor mineiro tem a comemorar o lucro astronômico da empresa de energia elétrica, em detrimento da grande maioria dos assalariados que vivem nas trevas, porque a energia dos barracos onde moram foi cortada por falta de pagamento.
Teoricamente o lucro que esta empresa deveria gerar seria o bom atendimento, e o fornecimento de luz e energia para as pessoas de baixa renda, até tantos kW/hora a custo zero. 
E a luz deveria brilhar para todos. 
Também tem a comemorar o lucro da empresa que gerencia a água, que falta na maioria dos barracos sem torneira, enquanto milhares de crianças morrem desidratadas porque a conta é cara demais e o assalariado não consegue pagar. 
E a irmã água é um direito de todos. 
O consumidor brasileiro de petróleo, então, tem que soltar foguete neste dia, a empresa dona do petróleo brasileiro está ultrapassando as fronteiras, enquanto os carros ficam nas garagens, e se paga um preço absurdo por uma passagem de ônibus, cujo usuário tem que pagar pelo custo do combustível, do pneu, da mão de obra, e do lucro abusivo. 
O consumidor das grandes redes de supermercados tem a comemorar, a fusão das grandes empresas que manipulam o mercado ao seu bel prazer. 
O consumidor brasileiro tem a comemorar o lucro das empresas de telefonia, que fingem dar celular de graça para enganar os pobres mortais escravos do consumismo.  
O pobre consumidor do sistema de saúde, tem a comemorar, a morte ceifando vidas, porque o maldito convênio pago com suor e sangue, não cobre tal procedimento. E quando o prestador do serviço é o governo? Não cabe nem comentário, cliquem no Link Saúde e leiam os textos. 
O consumidor de medicamentos comemora o lucro dos laboratórios, e a inércia do governo que não fiscaliza, e que apoiou um Genérico que não existe, e deixa no mercado um tal de “Similar” que ninguém sabe se é confiável. 
Um tratamento digno deveria ser direito de todos. 
O consumidor da construção civil tem a comemorar, as milhares de moradias construídas com dinheiro do povo, cujos construtores compram tudo com meia nota, ou sem nota fiscal alguma, e os cartéis do aço e do cimento manipulam os preços do jeito que acharem mais conveniente. 
O consumidor do entretenimento, tem a comemorar espetáculos para uma minoria, e para os pobres uma programação televisiva aberta, para quem quer assistir um apresentador comendo, mulher pelada, propaganda, novela mexicana (nada contra os mexicanos) e os famosos “enlatados americanos” (tudo contra), como se não estivéssemos no Brasil. 
Nos estádios, violentos, os torcedores pagam para ver verdadeiras peladas, porque o fanático ainda não descobriu que não existe mais time de futebol, ninguém mais sabe a escalação do seu time, porque agora só existem os clubes. 
Os viciados em jogos de loteria além de pagar impostos abusivos, ainda deixam grande parte dos seus salários para o governo, que explora a maioria da jogatina que não premia ninguém. 
O consumidor de cigarro comemora um câncer, e do álcool uma cirrose. 
E os Procons comemoram o quê? 
O cabide de emprego. 

FELIZ DIA DO CONSUMIDOR! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário