26 de fev de 2017

PAI, PERDOA-OS, ELES SABEM O QUE FAZEM.



Resultado de imagem para pobre no carnaval          Resultado de imagem para pobre no carnaval



Resultado de imagem para pobre no carnaval


Para convencer Pilatos a executar Jesus, os líderes dos judeus também o acusaram de instigar uma rebelião contra os governantes romanos. Esse crime tinha pena de morte por crucificação. Pilatos entendeu que Jesus não tinha feito nada mas cedeu à pressão do povo e o mandou executar por ser o “rei dos judeus” (Marcos 15:12-15).
Os judeus não queriam realizar a crucificação, porque isso os tornariam impuros durante os próximos dias.
Era a véspera da Páscoa, uma festa judaica muito importante, e só quem estava puro podia participar (João 18:28). Por isso, os soldados romanos crucificaram Jesus e ficaram de guarda até ele morrer. Os líderes dos judeus não ajudaram, mas foram lá para zombar de Jesus.
“PAI, PERDOA-OS PORQUE NÃO SABEM O QUE FAZEM”.
De certa maneira, todos nós ajudamos a crucificar Jesus. Nossos pecados são a verdadeira razão por que ele morreu (Hebreus 9:27-28). Foram os romanos que puseram os pregos em suas mãos, mas isso só aconteceu porque nós pecamos.
Jesus morreu em nosso lugar.
São 04:00 da manhã, sábado de carnaval, perdi o sono e ao ligar o rádio só ouvi o barulho dos tambores, então comecei a pensar no que Cristo diria se fosse crucificado novamente. Acho que seria mais ou menos isso: PAI, PERDOA-OS, ELES SABEM O QUE FAZEM.
O povo continua obedecendo e seguindo cegamente seus líderes ateus, que acreditam somente no DEUS DINHEIRO E PODER, e pessoas pobres financeiramente, de mãos dadas com os pobres de espírito, saem pelas ruas vestidos de reis e rainhas, mais uma vez fazendo papel de palhaços, satisfeitos com o PÃO E CIRCO que lhe é ofertado por quem CRUCIFICA E MATA seus sonhos, CORTANDO INVESTIMENTOS NA SAÚDE, EDUCAÇÃO E SEGURANÇA. 
E quando essa farra passar, milhares de foliões voltarão para suas casas, para novamente reclamar e se preocupar com as contas vencidas, pensando na APOSENTADORIA que nunca terá, e com tristeza olharão para as panelas vazias, e para seus filhos com cara de fome, pedindo um pedaço de pão.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Aqui você é muito bem vindo. Seu comentário ajuda na construção desse espaço de liberdade