15 de ago de 2016

OS POBRES QUE SE FODAM

Isso é apenas o começo, vou continuar escrevendo neste texto.

Sou confrade da Sociedade São Vicente de Paulo (SSVP) há mais 45 anos, e com muita tristeza e vontade de chorar, posso afirmar sem medo de errar, que de todas as crises que vi e vivi neste país, esta é sem dúvida a mais perversa.
Neste final de semana fiz quatro sindicâncias, em todas encontrei famílias inteiras desempregadas, homens e mulheres implorando por um trabalho, pais e mães se humilhando ao pedir uma cesta básica para não ver seus filhos passando fome.
Nos quatro cantos deste país sacana, milhões de pessoas estão vivendo esta mesma tortura, que com a volta dos carrascos ao poder, estão sentindo-se abandonados na porta do inferno, inferno este, que é o local onde os políticos profissionais gostam de ver aqueles que lhes venderam o voto, ou votaram em candidato sacana, sem olhar o passado de quem se fingia de santo.
E em muitos lugares deste país sacana, milhões de pessoas estão vibrando com as Olimpíadas, que nada mais é do que um grande arraial de besteirol, onde o povo faz festa para estrangeiros, que nos olham como uma tribo de aborígenes, que pulam e dançam enquanto seus caciques continuam roubando, o dinheiro que deveria estar sendo usado para dar dignidade para quem não tem segurança para viver, e também não tem um atendimento médico que o enxergue como ser humano
Ver um Eduardo Cunha dando as cartas na Câmara dos dePUTAdos, um Renan Calheiros e um Michel Temer no comando deste barco à deriva, é sem dúvida ter certeza que vamos afundar, e que os primeiros a morrerem serão certamente os mais pobres.
Como disse em outros textos, foi uma pena que alguns filhos de uma égua dos petistas leram a mesma cartilha dos políticos ladrões que nos roubam há várias gerações. Foi uma pena a presidenta Dilma não ter tido apoio das pessoas honestas que estavam do seu lado, que por medo ou conivência, deixaram o país continuar sendo o grande caixa eletrônico onde há muitos e muitos anos, o dinheiro dos impostos abusivos eram sacados pelos ladrões eleitos pelo povo.  E então por não  ter sido competente para administrar, deu brechas aos aproveitadores que deram  o GOLPE fatal para voltarem ao poder,  e assim poderem dar início a mais um capítulo da Saga ‘OS POBRES QUE SE FODAM, (desculpem o palavrão).
Mas é isso que está acontecendo.
Aqui na minha cidade, Betim – Minas Gerais, as ruas se transformaram em um grande camelódromo, as marquises agora são moradia de mendigos e drogados.
E este é o retrato do brasil, que não merece ser escrito com letra maiúscula.



Um comentário:

  1. Ta muito complicado viver no Brasil tendo como governantes esses "TIPOS". Nesse barco à deriva são o povo que esta afogando. Não sei onde vamos parar Geraldo. Ta sendo muito difícil continuar principalmente quem trabalha por conta própria. Só Deus na causa. ótima semana!
    Parabéns pela postagem, esta excelente.

    ResponderExcluir