8 de jan de 2016

EM BUSCA DO CHORO

Resultado de imagem para abandonados pelos sus
NA FILA DA MALDADE
                                                  

Várias vezes tentei convencer-me que não vale a pena escutar e assistir o noticiário do rádio e da televisão. Tentei de todas as maneiras não enxergar o festival de vandalismo que políticos e empresários corruptos estão praticando contra o nosso país. Jurei que não escreveria mais sobre as aberrações que nos assombram a cada instante.
Mas não posso me calar.
Sei que meu grito é apenas um sussurro diante da grande mídia que publica e divulga aquilo que os poderosos acham que pode ser divulgado. E assim uma nação inteira, achando que está recebendo informação confiável, saí às ruas protestando contra qualquer coisa e contra quem a mídia escolhe como bode expiatório.
Com isso o país vai caminhando a passos acelerados para o funcho do poço, e na orla este poço, os políticos sacanas vão destruindo vidas e sonhos de quem ainda não aprendeu a votar.
Hoje, 04/01/2016, a cidade maravilhosa, berço das balas perdidas, paraíso das Olimpíadas com seu turismo sexual, novamente voltou aos noticiários para mostrar nitidamente o contraste de tristeza e abandono, do luxo e da luxúria, que são esfregados na cara de todos os brasileiros que ainda alimentam um resquício de esperança.
Uns sentem mais.
Outros menos.
E uma grande maioria não está nem aí, querem mais é se esbaldarem.
Querem festa.
Querem pão e circo.
Três dias depois de ter o céu iluminado pelos fogos de artifício que encantou a todos com uma luz de mentira, a cidade maravilhosa, que de maravilha tem apenas o cenário, vendido a preço de ouro para uma minoria de abastados que querem apenas curtir a vida.
Na reportagem, uma senhora negra com um braço quebrado, chorava copiosamente a dor do corpo e do abandono de ver negado mais uma vez o seu direito à “Saúde Digna’ que está na constituição que deveria ser rasgada.
Enquanto os pobres são torturados e mortos, o famigerado SUS (Sistema Único da Sacanagem) distribui medicamentos de graça para uma elite amparada por convênios de saúde privada. Enquanto os pobres ficam todos os dias conversando com a morte, aguardando sua vez na fila maldita, o governo custeia procedimento médicos de alta complexidade para uma elite, que em seu leito de mordomias riem das pobres almas penadas que morrem esperando simples exames.
Logo depois de mostrar a tristeza em forma de gente, o mesmo noticiário fez uma chamada para uma reportagem sobre a Olimpíada do Rio de Janeiro. O título era: “EM BUSCA DO OURO”
Porque o jornal não deu o nome de EM BUSCA DO CHORO? Um país sucateado, loteado entre os senhores feudais dos partidos políticos, que nunca se preocuparam com o destino do seu povo. Um país com uma presidenta refém de partidos e políticos que sem dúvida nenhuma, praticam a lei do TOMA LÁ, DÁ CÁ, que só aprovam leis de acordo com suas conveniências e a troco de vantagem para encherem os bolsos e engordarem contas bancárias em paraísos fiscais.
A saúde agoniza no país inteiro.
As mortes causadas por abandono superam as vidas tiradas na maioria das guerras pelo mundo.
Entres os gastos com a Olimpíada, a propaganda que tenta vender para o mundo a imagem de um brasil de mentira e de uma “Cidade Maravilhosa”, é um tapa na cara daqueles que realmente produzem alguma coisa de útil em um cenário de roubos e de tentativa de golpe de estado.
No mesmo noticiário foi mostrado o aumento abusivo de tarifas do transporte público, serviço com um preço muito caro para transportar pessoas como se fossem animais indo para o abate. Transporte público que humilha os trabalhadores, enquanto os ladrões de gravata e de mandato, cruzam os céus em voos pagos com dinheiro roubado ou com passagem pagas com o dinheiro que deveria ser usado na área da saúde.
Transporte público que humilha os trabalhadores, enquanto os políticos rodam em carros de luxo, com motoristas levando esposas e filhos aos shoppings, aos luxuosos salões de beleza, às faculdades e escolas, tudo pago com o dinheiro que nos é roubado de inúmeras maneiras.
O pior é que povo quer Olimpíada.
O público que irá assistir os jogos está dividido em quatro categorias, os turistas que inadvertidamente nos visitam, os ricos, os pobres sem vergonha e sem noção e os funcionários públicos que não trabalham e nunca tiveram suas faltas descontadas no salário. Os esportes menos atrativos terão ingressos de R$ 40,00, os de maior público chegarão a custar R$ 1.200,00; com certeza, pessoas responsáveis, assalariadas que precisam manter-se no emprego, dificilmente terão motivos e razões para assistirem tais eventos. 
Continuando, na reportagem foi mostrado que os jovens estão abandonando as escolas para concentrarem os estudos na formação para serem aprovados em concursos públicos. E como não poderia deixar de ser, um jovem entrevistado resumiu com poucas palavras o que é e será um servidor público em um país sem eira e nem beira. Ele disse: “Larguei tudo par passar em um concurso para ter estabilidade e nunca mais ter que procurar emprego pelo resto da minha vida” Em momento algum vislumbrei alguma preocupação em servir o país, em trabalhar dignamente produzindo algo de útil para as pessoas.
É esta juventude que está herdando a incumbência de recuperar a dignidade de um povo que há muitos e muitos anos, seguem obedientemente a orientação de políticos ladrões que também só pensam na estabilidade econômica dos seus herdeiros.
Enquanto o nosso povo continuar obedecendo o comando de pessoas sem escrúpulos que se escondem atrás de mandatos e de cargos importantes nos governos.
Os nossos pobres continuarão por longos e longos anos, visitando postos de saúde e hospitais, procurando saúde para o corpo e para a alma, mas, graças à maldade e falta de sensibilidade daqueles que deveriam protege-los, estarão sendo obrigados a ir em BUSCA DO CHORO, que é causado pela dor e pelo abandono.
Enquanto isso os atletas irão em busca do ouro em forma de medalhas, e os políticos sacanas irão em busca do ouro em forma de bens matérias e polpudas contas bancárias.






Um comentário:

  1. Pois é amigo, pão e circo.
    País de mentira de corruptos pela impunidade reinante para os poderosos.
    Enquanto isso a lama vermelha concretiza no leito dos rios e se espalha pelo mar de irresponsabilidade reinante na terra da vergonha.
    Uma boa semana com renovadas esperanças.
    Meu abraço de paz e luz.

    ResponderExcluir