15 de jan de 2016

DOCE TERNURA

Resultado de imagem para É DE MIM QUE SEU CORPO PRECISA
QUERO ISSO E MUITO MAIS.....



Preciso olhar nos seus olhos
Para ver novamente o brilho que me encantou
Preciso tocar seu corpo, aconchegar-me no seu calor
Para sentir outra vez a ternura que nos leva ao amor

Quero de novo ouvir sua voz
Para tirar minha alma desta solidão
Que invade nosso quarto e minha vida
Fazendo-me chorar e machucando meu coração

Não demores, venha logo preencher este vazio
Sem você sou navio sem rumo, andarilho errante
Sou praia sem sol, mar sem onda e sem brisa
Por favor, diga que ainda sou seu amante

E que é de mim que seu corpo precisa
Para te levar à loucura de momentos alucinantes
Quando nossos corpos se entrelaçam com sofreguidão
Na doce entrega que encanta, os corações dos amantes

Um comentário:

  1. Um sensualíssimo poema, que dá gosto ler.
    Aqui, o amor se escreve e se faz.

    Abraços.

    ResponderExcluir