12 de dez de 2014

BRINCANDO COM O POVO



 
   Hoje eu peguei a edição do jornalzinho de mentira “O TEMPO BETIM”, não sei para que serve a não
  ser para forrar o assoalho do carro.
  Agora vamos ver o que ele quer nos mostrar, com certeza não é nenhuma novidade para quem tem um
  pouco de interesse por esta cidade, que nem sei se merece alguma coisa.
“Vereador de Betim custa mais caro que deputado”.
“Estudantes queimam boneco representando o prefeito”
 Sei que é uma perda de tempo, mas fiz questão de digitar este EDITORIAL para que as pessoas veja
 o quanto os políticos desta cidade não merecem nenhum crédito. 

 Leiam este Editorial: DIREITO NEGADO AOS POBRES

     O acesso à saúde é um direito garantido pela constituição. É lei! Porém em Betim este acesso se transforma em privilégios para poucos. Gozam dele apenas os amigos do prefeito. O povo que depende do sistema público é condenado a ficar na fila aguardando o que tarda a chegar, e quando chega é de má qualidade.
     Betim parece pertencer a um “estado democrático”, mas há uma republiqueta de bananas governada por deslumbrados e abestalhados.
     Recentemente, servidores da saúde denunciaram alguns desses absurdos. O prefeito concedeu ao seu amigo Carlos Abdalla, um milionário dono de rede de ensino particular, remédios no valor de R$ 52 mil, apesar de ele ser uma pessoa abastada, com posses até em Paris. Um contraste sem tamanho, Abdalla que nem sequer é cidadão de Betinense, enquanto recebia os privilégios de Carlaile, tratava-se no hospital mais caro de país, o Sírio Libanês onde as pessoas podem pagar uma diária de R$ 1.000,00.
      Para o “amigo” Carlaile Pedrosa, a proibição do Tribunal de Justiça de fornecer tai medicamento com o dinheiro da prefeitura não foi incômodo. Revelou-se uma atitude duas vezes errada e criminosa; uma por se tratar de remédios que não constam da relação do SUS e outra por contrariar decisão judicial.
     Se Carlaile quisesse ajudar o amigo milionário que se deleita de vinhos nobres e luxo na Cidade Luz, deveria fazê-lo com dinheiro próprio, e não tirando do que é público.
     Mas a má prática contagia.
     Certifica-se por aqui a tamanha incapacidade e o amadorismo dos governantes atuais.
    Ao “povão” falta o básico. É dado a ele um sistema de saúde que há mais de seis anos está mergulhado no caos, apesar de investimentos de mais de R$ 500 milhões por ano.
     Nesta semana veio a público o caso de um fiel guerreiro de Carlaile, o conhecido radialista Luiz Germano, que foi reduzido a andar de muletas em decorrência de uma hérnia de disco. Porque não consegue tratamento em sua cidade. A intervenção teria o custo de R$ 5.000 reais para o SUS, porém Germano está na famigerada fila há muitos meses, torturado pelas dores que o deixam sem dormir e impossibilitado de trabalhar. Este, ao contrário de Abdalla , é o amigo “pobre”, aquele para quem o prefeito Carlaile não tem tempo nem interesse de ajudar. Cabo eleitoral da periferia, pobre e necessitado, ele não freqüenta as altas rodas da família Pedrosa. Os R$ 500 milhões anuais que Carlaile desperdiça com más políticas não foram capazes de encontrar a fórmula e a quantia para assistir um amigo necessitado através de um atendimento digno.
     Sem alternativa Luiz Germano lançou um apelo aos verdadeiros amigos para lhe ajudarem a pagar uma cirurgia particular que custa R$ 12.000.
    Essa é a Betim dos nossos pesadelos.
   Ainda vale lembrar que 23 vereadores custam, cada um, R$ 7.000 por dia ou R$ 52 milhões por ano,
   mas mesmo assim não encontram tempo para cobrar do prefeito um governo decente.
   Quando está bom para eles, o restante pode até morrer!
   O que está neste Editorial aconteceu durante OITO longos anos quando este grupo estava no poder e o dono deste jornal era o seu comandante. Nada era mostrado para o povo, mas agora que os interesses políticos são conflitantes, o mais forte tenta de todas as maneiras, engolir o mais fraco.           
  Não se enganem, este jornal não está nem aí para a nossa cidade,
  com certeza já estão escolheu um novo nome para ser enfiado goela
  adentro do nosso povo.
  Só não enxerga quem não quer ver, o herdeiro de politico
  profissional, agora aparece em todas as edições.


Um comentário:

  1. Oi Geraldo!
    Estarei fazendo uma pausa no blog sem previsão para a próxima postagem.
    Obrigada por ter trilhado comigo nesse ano de 2014, desejo que no Novo Ano possamos estar juntos novamente.
    Desde já te desejo um Feliz Natal e um Ano Novo cheio de realizações, e que todos seus dias sejam doces, brilhantes, coloridos e mágicos, como são as noites de Natal!
    Beijos e um punhado de sorrisos!
    Feliz Natal! Feliz 2015!

    ResponderExcluir