21 de jul de 2013

URNAS ZERADAS




ISTO SIM, É PROTESTAR











A função do jornalismo e do jornalista é estar sempre à frente dos acontecimentos e antecipar os fatos. Um jornalista vive daquilo que consegue prever, apesar de não ser mágico, cartomante, jogador (a) de búzios pai ou mãe de santo.
Alguém está antecipando o que se espera para o Brasil e para os brasileiros no ano de 2014?
Vamos ver!
Em janeiro começa a ressaca do carnaval, esta aberração de sexo, álcool,,drogas e turismo sexual (com algumas exceções) que só acaba em fevereiro, para ser mais exato, na quarta feira de cinzas.
Aí todos já estarão vivendo e respirando ares de Copa do Mundo, onde a euforia pela vitoria ou o choro pela derrota só terminará no final do mês de Julho.
Passada estas duas ressacas, os “empregados” da política e os puxa-sacos, irão para as ruas balançar bandeiras e distribuir “santinhos” com a foto de muitos sacanas.
Estaremos em plena campanha eleitoral para Presidente, dePUTAdos e senadores.
Em outubro serão conhecidos os novos eleitos, que como sempre, serão as mesmas caras de sem vergonhas, com os mesmos sobrenomes que nos assustam e sugam há varias gerações.
E para coroar um ano cheio de atividades, o Natal estará batendo nas nossas portas com os sinetes, as toucas vermelhas de papais e mamães Noéis, com criançinhas no colo tirando foto nos shoppings sempre lotados.
Depois é férias.
Eu particularmente não tenho muito a perder e nada para comemorar.
Não gosto de carnaval e nunca escondi minha aversão, dá para perceber no inicio deste texto.
Sou católico, mas nunca faço festa para o natal, é tudo muito superficial e quase sempre O aniversariante nunca é lembrado. Algumas pessoas fazem caridade de verdade, a maioria sai doando alguma coisa porque o coração só amolece uma vez por ano.
Gosto de futebol, mas torço contra o seleção desde que ela tentou ser hexa, tanto é que escrevi o texto: NÃO QUERO HEXA, QUERO JUSTIÇA.
Cada um é cada um, não quero aqui julgar o comportamento das pessoas, mas dá para acreditar que este país tem jeito?
Se vocês lerem meus textos políticos, verão que estou dizendo isso desde 2005, quando comecei a divulgar o que escrevo. 
Vejam o que escrevi no texto PROTESTANDO CONTRA O QUÊ E CONTRA QUEM?
Aqui vai mais uma vez a minha utopia.
Já imaginaram se o brasileiro tivesse coragem de protestar, deixando o sambódromo vazio e as escolas de samba rufando suas cuícas somente para a elite?
Já imaginaram se na copa do mundo, nos jogos da seleção brasileira os estádios ficassem vazios?
E para fechar com chave de ouro!
Imaginem se o povo voltasse a protestar, e tivéssemos uma eleição com urnas zeradas somente com votos brancos e nulos? 
Aí sim, o Natal poderia ser comemorado e o Aniversariante derramaria suas bênçãos a para este povo, que precisa novamente libertar-se da escravidão dos políticos corruptos e dos empresários gananciosos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário