26 março, 2013

E AGORA, QUEM EXPLORA O POVO?



               


ELAS SE FECHAM PARA QUEM  NÃO TEM DINHEIRO?
 


















Comecei a rascunhar esse texto e quase desisti de publicá-lo para não entrar em colisão com Igrejas ou movimentos sérios que proclamam a fé das pessoas. Mas depois de ler a fala de um bispo licenciado da Igreja Universal, com o pomposo cargo de Ministro da Pesca, não tive dúvidas em publicar.
Os católicos do mundo inteiro estão em festa. Um cardeal latino americano foi escolhido para ser o Pastor desta Igreja que sem dúvida nenhuma foi criada pelo próprio Cristo.  Depois de ser escolhido para levar o rebanho para o “pasto verdejante” o novo Papa  surpreende a todos quando escolhe o nome de Francisco, o Santo católico que deu a vida pelos pobres e por todas as criaturas de Deus, cuja saudação “Paz e Bem” até hoje é a marca dos Franciscanos e das pessoas de boa vontade. A Igreja Católica teve como seu primeiro Papa o apóstolo Pedro quando o próprio Jesus o escolheu dizendo: “Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja”; MT: 16-18.
O Papa não é dono de nenhuma igreja, é um simples servo de Deus a serviço de todas as pessoas que acreditam ou não em Deus. Apesar de ser católico ele está de coração e braços abertos para acolher todos que queiram viver em paz consigo e com o mundo. Por não ser dono não fica vendendo milagres e cobrando por curas e indulgencias. Ele também não se transforma em escritor de livros como a maioria dos donos de algumas seitas que existem espalhadas por esse mundo. O Papa não vai para frente das câmeras de televisão fazer curas milagrosas.
As igrejas que se dizem evangélicas são frutos da ruptura da Igreja Católica no século VXI quando o frade Martim Lutero liderou a reforma protestante. Acho que deveriam pelo menos de vez em quando falarem deste moço para seus seguidores. Mas não, preferem ficarem gritando o nome do demônio sem parar, para depois exorciza-lo.
Sabem por que o ignoram? Porque ele lutou exatamente contra a luxúria e a riqueza dos líderes religiosos da sua época. A maioria não quer perder arrecadação e as mordomias que são custeadas pelos fiéis pagadores de dízimos e ofertas abusivas.
Vejam o que publicou o Jornal Cruzeiro do Sul da cidade de Sorocaba – SP no dia 22 e reproduzido pelo Jornal O Tempo de Contagem – Mg.
EVANGÉLICOS : Crivella: Dilma ajuda os pobres, que dão mais dízimo
“O ministro da Pesca, Marcelo Crivella (PRB), bispo licenciado da Igreja Universal, disse nesta sexta-feira (22) a um grupo de cerca de 3 mil pastores evangélicos que eles deveriam "aplaudir" o governo da presidente Dilma Rousseff (PT), porque as políticas públicas voltadas para a população mais pobre permitiram uma arrecadação maior do dízimo - pagamento mensal feito por fiéis para sustentar as atividades das igrejas”. "A nossa presidenta e o presidente Lula fizeram a gente crescer porque apoiaram os pobres. E o que nos sustenta são dízimos e ofertas de pessoas simples e humildes", disse Crivella durante um evento da Convenção Nacional das Assembleias de Deus - Ministério Madureira, em São Paulo. "Com a presidenta Dilma, os juros baixaram”. Quem paga juros é pobre. Com menos juros, mais dízimo e mais oferta." Crivella participou do congresso acompanhado do ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral da Presidência), que discursou como representante de Dilma. O ministro da Pesca elogiou programas sociais adotados pelo PT no governo federal e destacou o efeito dos avanços da economia brasileira no crescimento das igrejas católicas. "A presidenta Dilma disse: não vamos mais explorar o povo”. E quando sobra mais dinheiro, o evangélico não é o povo que vai para a butique comprar roupa de marca. Sabe o que o povo faz? Ele vai mais na igreja, porque tem condições de pagar o metrô e o trem. Ele dá mais oferta, mais dízimo, faz mais caridade. Então nós temos que aplaudir a presidenta Dilma", declarou Crivella para os pastores.
Os pobres e os mais simples são os que pagam mais impostos, e sem nenhuma sombra de dúvidas os que são mais enganados pelos falsos profetas fabricadores de milagres.
Continuo dizendo que tirar 10% de um assalariado é roubo.
Nem os bancos cobram tanto.
 

2 comentários:

  1. Excelente forma de protesto em favor dos pobres, dos miseráveis que, muito embora o Governo Federal negue, ainda existem muitos, mesmo em Brasília: é miséria reproduzindo a miséria e elegendo os polítocos. Um abraço,

    ResponderExcluir
  2. Excelente texto.
    Estamos indo de mal a pior.
    Esses falsos profetas unidos ao PT, vão acabar com o Brasil.
    Creio já está na hora do grito em uma só voz
    Acordaaaaaaaaa Brasilllll
    Beijos
    Teka

    ResponderExcluir

Aqui você é muito bem vindo. Seu comentário ajuda na construção desse espaço de liberdade