17 de out de 2012

VERGONHA DE SER HONESTO





           

Esta semana conversando com o funcionário público honesto e trabalhador, pude sentir a indignação que deveria estar estampada no rosto de cada brasileiro que constrói sua vida pautada na honestidade e moralidade que encanta.
Ele disse: “No noticiário de todos os dias a gente vê apenas noticias ruins e roubalheira de políticos, que de vez em quando penso em mudar de lado e deixar de ser honesto”.
Quantos não tomaram essa decisão por se sentirem injustiçados?
“Vai chegar um tempo que a gente vai sentir vergonha de ser honesto”.
Alguém já ouviu essa frase?
Isso já acontece com muita gente.
E como ficam os valores morais e éticos que devem pautar a vida das pessoas de bem?
Onde ficam os valores religiosos e de fé?
Quem, hoje procura um Deus como instrumento de vida e salvação?
“Se quiser ver seu filho bem de vida, faça dele um político ou jogador de futebol”.
Alguém já ouviu essa frase?
E olho para os meus filhos!
E temo pelo futuro deles.
Às vezes me arrependo de os ter gerado para serem engolidos pela ignorância dos que só pensam em dinheiro e poder.
Vejamos...
Enquanto as mulheres e filhos de políticos vão às compras em carros de luxo, ou voando alto com o dinheiro roubado dos impostos... Uma família de batalhadores que paga R$ 8 mil mensalmente para seu filho estudar em uma universidade, pode abater somente R$ 5 mil por ano no imposto de renda.
Às vezes bate uma vontade de pensar como o cidadão indignado.
Mas não dá!
Sinceramente não sei se sou um ateu enrustido, porque não acredito em um céu ou inferno fora da terra.
Fora da vida.
O inferno é aqui.
Este inferno de violências e noticias ruins, de crimes e roubos cometidos por quem deveria ser exemplo, para os jovens sem esperança, que começam a formar sua cultura intelectual e moral.
Esses jovens vão se basear em quê?
Se a justiça é injusta.
Se a lei é uma mentira.
A política que deveria ser usada para fortalecer a cidadania, é um mar de lama, e um esgoto de podridão que enoja e enjoa quem trabalha pensando no futuro de alguém.
O céu será aqui.
Quando a caridade e o amor falarem mais alto nos corações de quem ainda não entendeu que a vida se esvai muito depressa, e muitos passem a se espelhar nas pessoas se doam sem pensar em retorno, que mesmo sem ser notícia salvam vidas e constroem o futuro melhor para muitos injustiçados por esse país afora.
E a justiça é injusta.
E o Brasil é um país sacana.
Que coloca o pobre na cadeia por qualquer motivo, e em contrapartida cria mil motivos e artimanhas para livrar o rico dos rigores da lei.
E a gente ainda vota.
E os ministros brigam via satélite.
 Nenhum cidadão de bem deve se curvar, a não ser para ajudar alguém caído, abandonado, ou jogado fora como sucata, enquanto milhões são roubados por uma minoria que detém toda da riqueza do país.
Escrevi o artigo MINHA UTOPIA, onde peço às pessoas que não votem para Senador e DePUTAdo.
Quero uma eleição de urnas zeradas.
Que ninguém vendesse e a sua consciência na hora de votar.
Ah! Se isso fosse possível.
Ah! Se esse dia chegasse.
Seria um dia de festa.
Ver a cara dos safados, quando terminada a apuração, ver o político sacana (a grande maioria) sentir na pele que o povo cansou de ser apenas um brinquedo barato.
Aí sim, valerá a pena ser honesto.
Aí sim, poderemos olhar para os nossos filhos e sentirmos orgulho de sermos os pais da geração que não se vendeu, e não se rendeu aos politiqueiros que envergonham toda uma nação.





3 comentários:

  1. Olá estimado Geraldo,

    Obrigada, desde já, pela sua visita e suas palavras em meu blog.
    Você também não me tem visitado.
    Eu sei, andou tão empolgado com as eleições, que só tinha coração e olhos pra ajudar a sua cidade. Está desculpado.

    PRONTO, JÁ CÁ ESTOU.

    Eu sempre tenho lido seus posts, mas não tenho comentado, porque achei que precisava de escrever de cabeça fria, se bem, que o seu penúltimo post, um poema, é bem gostoso, ao seu jeito e tem lá dois comentários. Tá bom, mas não são meus, é isso, né?

    Passando a esse seu texto, a esse seu DESABAFO, que é uma verdade, com todas as letras, infelizmente, tudo continua igual.
    São muito mais as pessoas, que se deixam comprar por uns cargos, uns reais, ou uns bacanais, e você sabe do que eu estou falando, do que, aquelas, que preferem ter pouco, mas honestamente.

    O MUNDO É ASSIM. POR MAIS QUE DIGAMOS, ENSINEMOS, PARECE QUE AS PESSOAS SÃO DESTITUÍDAS DE CÉREBRO.

    Geraldo, você já tem 60 anos, portanto já deu muito do seu esforço e trabalho ao seu país, mas tem ainda capacidade e força para prosseguir, mas, no entanto, os altos interesses, os corruptos não permitem.

    Tem seus filhos, em quem pensa noite e dia, mas a forma de eles pensarem já não é igual à sua.

    JOGADORES DE FUTEBOL E POLÍTICOS SÃO "REIS DO MUNDO", MAS TODOS, POR DINHEIRO E MORDOMIAS. E NA MAIOR PARTE DOS CASOS SUA CULTURA É TÃO INSUFICIENTE!

    Que fazem esses homens e mulheres, a favor da Humanidade, do seu Próximo. NADAAAAAAAAAAAAAAAA!
    Não costuma usar palavrão, mas, por vezes, apetece, não dá pra calar.

    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  2. Olá! Obrigada por visitar e comentar no Confissionarium. Bem, eu não gosto de falar sobre esses assuntos de política, cada um tem a sua opinião, mas com certeza essa história do mensalão é o cúmulo.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  3. Geraldo meu amigo!
    Politica não é minha praia, pra mim é uma doença sem cura.
    Nunca acertamos mesmo!

    bjos e um excelente domingo.

    ResponderExcluir

Aqui você é muito bem vindo. Seu comentário ajuda na construção desse espaço de liberdade