20 de abr de 2012

O ESCOLHIDO


Se tivesse que escolher outra mulher                             
Ela teria que ter o brilho dos seus olhos
Seu jeito de andar
Sua maneira doce de falar
Sua ternura ao me abraçar

Se tivesse que escolher outra mulher

Ela teria que conhecer meus segredos                            
Aceitar-me como sou
Conviver com meus defeitos

Se tivesse que escolher outra mulher
Ela não poderia ter segredos
Estar sempre disposta a me ouvir
Ser amiga e amante todos os dias

Se eu tivesse que escolher..
Certamente eu já não teria você
Enfeitando a minha vida
Enfeitiçando a minha alma
Me enlouquecendo de paixão

Não tenho nada para escolher
O destino e a sorte fizeram de mim um felizardo
Porque a alegria de te amar
Torna minha vida um paraíso
com você
Vivendo ao meu lado
O que recebo é puro amor e pura ternura
eu...
Fui o escolhido.

6 comentários:

  1. Olá estimado Geraldo,

    Que sorte teve você em ter sido o escolhido. É feliz, são felizes é o mais importante.

    Bom fim de semana.
    Abraços de luz.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns! Amar dessa maneira não é para qualquer um, somente os felizardos é que conseguem tal maravilha! Abraços a vc.

    ResponderExcluir
  3. Passei por aqui e gostei bastante do seu blog. Este poema é muito bonito e "sentido"Parabéns

    ResponderExcluir
  4. Geraldo ainda bem que você foi o escolhido. Parabéns!
    Grande abraço amigo!

    Ótima semana!

    ResponderExcluir
  5. Oi estimado geraldo,

    Tenho sentido sua falta, acredite.
    A "caçadora" não despedaça ninguém, nem animal, sequer. Só ama, ajeita e acaricia.

    Bom fim de semana.
    Está explicada e aceitado o "abandono".
    Somos amigos, e tudo certo.

    Abraços de muita luz e carinho.

    ResponderExcluir
  6. Parabens Geraldo,continue assim, o mundo esta precisando de muito amor, vc foi um dos "escolhidos" pra mostrar esse amor!!!!!

    ResponderExcluir