27 de jan de 2012

PRAZER ENLOUQUECIDO


















Não diga apenas o que quero ouvir
Fale tudo que seu coração mandar
Se por acaso te magoei e te feri
Você precisa me contar

Não escute somente o que eu falo
Porque não sou dono de todas as verdades
É preciso dialogo e entendimento
Para controlarmos nossas vaidades

Quando o diálogo está aberto
A vida torna-se mais fácil
Com a ternura a nos envolver
Fica mais fácil resolver

Não se entregue a mim por temor
E muito menos para me agradar
Eu quero você por inteira
E é assim que vou te amar

Não deixemos para resolver amanhã
O desencontro hoje acontecido
É preciso repensar todas as pendências
Para o amor não ficar esquecido

E quando nossos lábios se entregarem em um beijo
Entrelaçando e misturando corpo e alma
Serei seu por inteiro, e você por inteira será minha
No prazer enlouquecido que sacia e acalma.



2 comentários:

  1. Olá estimado Geraldo,

    Como em tudo na vida, mas, especialmente, no amor, a sinceridade, a abertura e o diálogo são fundamentais.
    Depois de resolvidas as dúvidas e os amuos, os amantes se podem entregar, na totalidade.

    Bom fim de semana.

    Beijos de luz.

    ResponderExcluir
  2. Olá Geraldo. Um maravilhoso poema.
    O dialogo é muito importante, principalmete no amor.
    Abraço e ótima semana.

    ResponderExcluir