20 de nov de 2011

PRAZER DE TE PERTENCER

 

Todas as noites seu corpo me aquece
Com seu calor que mexe com o meu ser
Com ternura fico observando você dormir
Sentindo o prazer de te pertencer

Na alegria que nos envolve
Quero sempre estar ao seu lado
Até no silêncio que nos aproxima
Para continuar sendo seu namorado

Que sente falta do seu abraço
A me embalar na paixão que alucina
Quando nossos corpos se encontram
Temos a gostosa sensação
Que o prazer nunca termina

E assim, ficam dois amantes a se tocarem
Lado a lado, extasiados a suspirarem
Pela entrega dos corpos ao prazer
Esperando ansiosamente
Outro momento para se entregarem

Sentindo a leveza que encanta

Ficamos ternamente a nos olharmos

3 comentários:

  1. Olá Geraldo! Muito bonito e sensual seu poema. Esse é um prazer dos amantes apaixonado.Ótima semana cheia de coisas especiais e muitas energias positivas nos seus dias. Beijos grande!

    ResponderExcluir
  2. Olá estimado Geraldo,

    Que poema de entrega e sensualidade!
    Como é bom amar!
    E se for com a pessoa certa tantao melhor.
    Boa semana.

    Abraços de luz.

    ResponderExcluir