16 de set de 2011

SONHOS NÃO SE REALIZAM

SONHANDO ACORDADO
Eu fico ouvindo as pessoas dizerem:                         
- O meu sonho é ser artista.
- O meu ser jogador de futebol
- O meu é jogar vôlei.
- Meu maior sonho é me casar!
- O sonho da minha mãe é me ver formada em medicina.
O homem do Baú diz para todo mundo:
- Realize o sonho da casa própria.
Nenhuma destas vontades é sonho.
Ninguém pode ou deve sonhar com algo que deseja ardentemente.
Os sonhos não se realizam.
Sonhar é simplesmente ter uma boa noite de sono e de abandono, onde o próprio espírito se liberta do corpo que o prende e voa para lugares nunca visitados.
E que nunca serão visitados.
Isto realmente é sonho ou pesadelo, que são a mesma coisa com visões diferentes.
O resto é desejo.
É vontade.
É querer.
Se os sonhos se tornassem verdades a vida dos pobres seria muito diferente; todos dizem sonhar com alguma coisa.
Eu nunca vou perguntar para o meu filho: o que você sonha ser quando chegar a hora de decidir sua vida?
A única pergunta a ser feita é: O que você quer ser?
Esta é a chave.
- Eu quero ser médico.
- Eu quero ser engenheiro.
- Eu quero ser enfermeira.
- Eu quero ser artista.
Isto é realidade.
Sonho é muito vago.
O desejo é palpável.
Ninguém sonha com um grande amor.
Homens e mulheres vivem cada minuto de suas vidas tentando realizar o desejo de encontrar alguém que satisfaça sua necessidade.
Espiritual.
Carnal.
Nenhuma pessoa joga na loteria com o sonho de ficar rico, o que o faz jogar e até se viciar é o desejo de ter tudo que no momento lhe é impossível.
Se ganhar na loteria fosse a realização de um sonho quem deveria ter este direito?
Se casar fosse a realização de um sonho, quem não casou não merecia sonhar?
O craque de futebol se realizou porque sonhou ou porque jogou?
Quantos sonharam e não jogaram?
Porque uma meia dúzia merece ver o sonho concretizado?
Será que as pessoas que construíram impérios roubando dos mais pobres foram movidos por um sonho?
Será que os políticos que enganam o povo com falsas promessas e palavras inúteis, se tornam donos da verdade porque sonharam com isto?
Ou sonharam demais e perceberam que apenas sonhando nada conseguiriam?
É por isso que o nosso povo precisa parar de sonhar.
Com a copa.
Com a casa do Baú.
Com um país mais justo e uma justiça igual para pobres e ricos.
É preciso ir à luta, não deixar se vencer pela preguiça e pelo comodismo causado pelas falsas políticas de assistência social.
Precisa aprender com urgência que a profissão de mendigo é a mais repugnante que existe e parar de ser brinquedo de político de dois em dois anos.
O país será mais justo quando os pobres se unirem em torno da Paz e da Justiça e da Ecologia, não abrindo mão do seu direito, mesmo que lhe custe a vida.
Quando alguém alcança o sucesso ou consegue algo que perseguiu com ardor, diz:
- Realizei meu sonho.
Está dizendo a mais pura verdade.
Depois de lutar para realizar um desejo e alcançar o objetivo que traçou, sem ter pisado em ninguém, nem se deixado manipular como um brinquedo. Aí sim, é um momento mágico, um instante em que parece estar acordando de um sonho, que nada mais é do que a magia do corpo e do espírito se libertando e se unindo em torno da suprema criação de Deus

2 comentários:

  1. Olá estimado Geraldo,

    Lindo e reflexivo texto.
    Na realidade, é a justiça, a solidariedade social, a fraternidade, entre outros, os motores do sonho.
    Assim, eles se concretizam.
    Mas sonhar... é tão bom!
    Fala uma incurável sonhadora.

    Abraços de luz.

    ResponderExcluir
  2. Uma boa reflexão amigo entre o querer e o sonhar.Entre o que se busca com ações diaarias e o que se vive simplesmente em ceros momentos de devaneios.
    Parabens pelo texto.
    Um abraço.

    ResponderExcluir