8 de jan de 2011

CHEIRO DO PRAZER



SEU CHEIRO ME DÁ PRAZER















Não sei o que está acontecendo
Parece que as palavras fugiram da minha mente
meu coração quer gritar sem cessar
que mais do que nunca preciso te amar

Com saudade dos momentos de ternura
minha alma sai a te procurar
em tudo sinto sua presença que acalma
preciso nos seus braços me aconchegar

São poucos dias de férias e separação
mas, para mim parecem uma eternidade
então fico esperando a porta abrir
para dizer adeus à tristeza e à saudade

E quando esta hora chegar
vou sentir todo meu corpo vibrar
e quando na entrega que sacia
de corpo e alma e coração vamos nos amar

Depois da entrega, da paixão e dos desejos saciados
quando ficarmos lado a lado a nos tocar
nosso quarto exalando o cheiro do prazer
aos sussurros prometeremos para sempre nos amar






Um comentário:

  1. O amor é o aliemento do corpo e da alma... Feliz quem pode amar e tem alguém que corresponda a esse amor.

    Lindo poema.

    ResponderExcluir