17 de dez de 2010

BUSCANDO

Buscando respostas,
conversei com o mundo,
que calado me ouviu,
e calado permaneceu.
Buscando alegria,
pensei encontrá-la com os palhaços,
que chorando me ouviram,
e chorando ficaram.
Buscando a verdade,
falei com os sábios e religiosos,
que pensativos me ouviram,
e pensativos ficaram.
Com sede de justiça,
procurei os juizes,
que nem sequer me ouviram,
e falando sozinho me deixaram.
Mesmo assim proferiram a sentença
cujo veredicto foi: a lei do silêncio,
esta é a lei mais utilizada pelo pobre:
A obrigação de permanecer calado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário