29 de out de 2010

SUSSURRAR DOS AMANTES











Se alguém me perguntar onde fica o céu
sem titubear direi que é no meu quarto
e se quiserem saber onde mora o prazer
com certeza direi que é em cima da minha cama

E se perguntarem onde mora o amor
direi que ele fica pairando no ar,
porque...
vislumbro o paraíso quando nos entregamos
de corpo e alma nos braços da paixão
e parece que estou nos braços da ternura
ao ouvir o pulsar do seu coração

Antes da entrega, o encantamento da excitação
de dois corpos querendo fundirem-se em elos de caricias
então o mundo todo se resume em um quarto
e os gemidos de prazer soam como magia musical de todas as sinfonias

Esparramados pela cama a se tocarem
depois que o êxtase jogar nossos corpos para os lados
a ternura continuará presente com a alegria do prazer
no sussurrar de dois amantes plenamente saciados

Assim, você é a razão do meu viver
com certeza eu sou o sonho do seu querer
externadas nos gritos e sussurros da entrega
se tivéssemos que morrer agora, até a morte seria um prazer
Mas...
Eu quero viver
Eu preciso da sua vida
Eu preciso do seu, meu prazer.







Um comentário:

  1. Parabens Mestre! Só você é capaz de tamanha Beleza. Pelo o que entendi,o sentido de sua poesia,me paraceu aquela pergunta feita ao caboclo. Perguntaram para um caboclo: qual é a melhor coisa do mundo. Ele responde: Tirnate de arroz e feijão, é muié. Abraço e continue na paz no que faz.
    Raimundo Otoni Caldas

    ResponderExcluir