24 de set de 2010

DE QUE ADIANTA...

De que adianta saber escrever
quase todas as palavras,
se não tenho emoção
e motivo para escrever?
De que adianta conhecer
todos os segredos da alma,
se não consigo desvendar
os mistérios do coração?
De que adianta se entregar por inteiro
se não consigo vislumbrar,
ternura e paixão
no olhar de quem amo?
Então, acho que o errado sou eu,
por ficar esperando de outra pessoa
o amor que preciso sentir
por mim mesmo.
Percebi que só posso
me entregar a alguém,
que me aceite como sou
para me ajudar conservar as virtudes
e melhorar aquilo que preciso mudar

Nenhum comentário:

Postar um comentário