18 de set de 2010

CARNAVAL, COPA E OLIMPÍADA.

Neste exato momento estou ouvindo o som que vem do Parque de Exposições da minha cidade, onde os maiores astros da musica sertaneja se apresentaram para uma platéia, que trocou o ingresso por um quilo de alimentos.
Dizem que uma estação de radio está bancando o espetáculo.
Tenho certeza absoluta que muitas latas ficaram vazias em alguns barracos, porque os filhos tiraram o alimento comprado com o suor do trabalho dos pais, para não ficarem de fora da grande festa.
Estima-se uma platéia com mais de 15.000 expectadores.
E a 500 metros do parque um asilo de caridade não recebeu uma visita sequer. Também tenho certeza absoluta que muitos parentes de moradores do asilo preferiram o brilho dos astros de mentira.
Esqueceram de um dos mandamentos: Honrarás pai e mãe.
De madrugada quando o som deixar de ecoar pelos ares, centenas de jovens voltarão para suas casas, chutando e quebrando lixeiras.
Isto acontece todos os anos e em todas as “festas”.
E hoje o país comemora o dia da sua Padroeira.
Nossa Senhora Aparecida.
Será que ao meio dia, o show parou para reverenciar a padroeira?
Quem se lembrou Dela?
Hoje também foi o dia das crianças.
E o mais curioso de tudo é que espetáculo sempre é realizado para os adultos, menor de 12 anos não entra.
Será que os todos os moradores da minha cidade voltaram a ser crianças?
Ou se transformaram em idiotas que dão ibope a troco de um quilo de feijão?
É por isto que o nosso país vai continuar durante muitos anos sendo de terceiro mundo.
Enquanto o povo continuar se contentando com pão e circo nada vai mudar
Ano que vem tem eleição para presidente.
Ano que vem tem Copa do Mundo: Não quero Hexa, quero Justiça.
E mais uma vez o povo será enganado.
E mais uma vez uma corja será eleita para ser dona do destino de um povo, que até 2016 só vai pensar em Carnaval, Copa e Olimpíada. 
Se na próxima eleição, ao apurar os votos eu ouvir os nomes, Sarney, Magalhães, Suplicy, Tuma, Neves, Cardoso, e muitos sobrenomes que agora me fogem da memória, será a ultima que votarei.
Observem os sobrenomes da política do seu estado.
Ano que vem o Brasil será motivo de chacota no mundo inteiro.
Parado...
Assistindo o bloco passar em fevereiro, gritando o nome de um craque em junho e em outubro votando em qualquer sacana.
É preciso que os formadores de opinião que não se vendem,  unam-se para mudar a consciência ética dos jovens deste país, para que eles possam lutar contra o continuísmo dos sobrenomes que massacram os sonhos de quem constrói este país com suor e sangue.

Um comentário:

  1. Leia se quiser o que escrevi sobre carnaval no link http://carloscostajornalismo.blogspot.com.br/2013/02/cinzas.html.Um abraço. Excelente análise, madura e consciente.

    ResponderExcluir